Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Frente evangélica prevê eleger novo vice de Lira com 380 votos

Parlamentares evangélicos apostam que deputado Lincoln Portela (PL-MG) terá apoio inclusive de partidos de esquerda

atualizado 25/05/2022 10:20

Dep. Lincoln Portela PL-MGAntônio Augusto/Câmara dos Deputados

A cúpula da Frente Parlamentar Evangélica prevê que o deputado Lincoln Portela (PL-MG) será eleito primeiro-vice-presidente da Câmara, nesta quarta-feira (25/5), com votos de cerca de 380 dos 513 parlamentares da Casa.

Na previsão do presidente da frente, deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), Lincoln terá votos inclusive entre os partidos de esquerda. “O PT votará no candidato oficial”, afirmou o parlamentar fluminense à coluna na manhã desta quarta.

Lincoln foi escolhido candidato oficial do PL na disputa após articulação da frente evangélica, que atuou para derrotar o deputado Major Vitor Hugo (PL-GO), nome defendido pelo presidente Jair Bolsonaro para a vice de Arthur Lira (PP-AL).

Mesmo após a definição de Lincoln como candidato oficial, outros deputados do PL decidiram registrar candidaturas avulsas. São eles: Capitão Augusto (PL-SP), Fernando Rodolfo (PL-PE), Bosco Costa (PL-SE) e Flávia Arruda (PL-DF).

A aposta na bancada do PL, no entanto, é de que alguns desses postulantes avulsos devem retirar suas candidaturas até a hora da votação, prevista para começar por volta das 14 horas desta quarta no plenário da Câmara.

Por que não Vitor Hugo

Lideranças evangélicas disseram ter atuado contra Vitor Hugo pelo fato de ele já ter ocupado outros espaços na Casa antes. Em seu primeiro mandato, o deputado já foi líder do governo, líder de partido e agora é candidato ao governo de Goiás.

“Aqui na Câmara, os espaços devem ser compartilhados com os colegas. Não pode uma pessoa ocupar todos os espaços”, avaliou à coluna uma influente liderança evangélica, que pediu anonimato.

Mais lidas
Últimas notícias