metropoles.com

Centrão pede “urgência urgentíssima” a PL que veda mudanças na Bíblia

Com apoio até da oposição, líderes do Centrão protocolaram requerimento pedindo que projeto tenha prioridade para ser votado na Câmara

atualizado

Compartilhar notícia

Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Pastor Sargento Isidorio_deputado
1 de 1 Pastor Sargento Isidorio_deputado - Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Líderes de partidos do Centrão e até da oposição protocolaram na sexta-feira (8/4), na Câmara, um requerimento que pede o regime de “urgência urgentíssima” para tramitação do projeto de lei que veda alterações na Bíblia.

Assinam o requerimento líderes de partidos de direita e de centro, como União BrasilPL, Republicanos, Progressistas, PSD e MDB, e até da oposição, entre eles, PT, PSBPCdoB.

De autoria do deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA), o projeto de lei veda qualquer “alteração, edição ou adição aos textos da Bíblia Sagrada”.

“Nós Cristãos, mais de 89% dos brasileiros segundo o IBGE, consideramos a Bíblia a Palavra de DEUS na Terra. O que torna qualquer alteração na redação deste Livro um ato mais que absurdo, flagrantemente uma INTOLERÂNCIA RELIGIOSA e porque não dizer uma grande ofensa para a maioria dos brasileiros, independente da sua religião”, justifica o parlamentar na proposta.

Em tese, o regime de “urgência urgentíssima” deve ser adotado no Congresso Nacional para matérias “relevantes e de inadiável interesse nacional”.

Caso seja aprovado, o requerimento garantirá uma deliberação instantânea do projeto, já que são dispensados todas as formalidades regimentais, exceto quórum, pareceres e publicações.

No início de março, o deputado-pastor conseguiu as assinaturas suficientes para levar ao plenário da Câmara um requerimento de urgência para um projeto que proíbe e criminaliza o uso da palavra “Bíblia” e da expressão “Bíblia sagrada” fora do contexto aceito pelas religiões. O requerimento, porém, acabou não sendo votado.

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comIgor Gadelha

Você quer ficar por dentro da coluna Igor Gadelha e receber notificações em tempo real?

Notificações