metropoles.com

CPI do 8/1 vê alerta da PF como mais um desgaste para governo do DF

PF alertou Ministério da Justiça para tentativa bolsonarista violenta de “tomar o poder” em Brasília; CPI apura atos golpistas

atualizado

Compartilhar notícia

Luis Nova/Especial Metrópoles
foto colorida do prédio do STF com vidros quebrados. Homem com camisa do Brasil e manifestantes
1 de 1 foto colorida do prédio do STF com vidros quebrados. Homem com camisa do Brasil e manifestantes - Foto: Luis Nova/Especial Metrópoles

A CPI dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) recebeu na noite desta terça-feira (14/3) um documento que contrapõe a versão da Polícia Militar do DF de que foi surpreendida pelos atos terroristas de 8 de janeiro.

Na véspera dos atos extremistas, a Polícia Federal (PF) alertou para o risco de bolsonaristas destruírem as sedes dos Três Poderes em uma tentativa de “tomar o poder”, o que de fato aconteceu. O alerta foi feito pelo diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues, ao ministro da Justiça, Flávio Dino, como mostrou o repórter Patrik Camporez em janeiro.

“O grupo pretende promover ações hostis e danos contra os prédios dos ministérios, do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto, do STF”, escreveu Rodrigues, acrescentando: “Teriam a intenção de ‘tomar o poder”. O chefe da PF ressaltou que a maioria dessas pessoas estava acampada em frente ao Quartel-General do Exército e haviam chegado à capital federal em caravanas de ônibus.

O diretor da PF disse também ao ministro da Justiça que naquele mesmo dia, 7 de janeiro, havia participado de uma reunião na Secretaria de Segurança Pública do DF com a Polícia Militar. Integrantes da CPI avaliam que esta reunião é mais um sinal de que a Secretaria de Segurança Pública do DF tinha a dimensão do que seriam os atos golpistas.

Apesar disso, no dia seguinte a PM escoltou os extremistas até a Esplanada dos Ministérios e não evitou a invasão do Congresso, do STF e do Planalto. O bloqueio da PM era furado facilmente pelos apoiadores de Jair Bolsonaro.

0

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?