metropoles.com

Justiça manda deputado que invadiu casa de ex-mulher devolver os bens

Segundo a advogada da ex-mulher de Caio Vianna, o deputado pode sofrer uma busca e apreensão caso não devolva os bens em até 48 horas

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, nesta sexta-feira (12/5), que o deputado Caio Vianna, do PSD do Rio de Janeiro, devolva os móveis e eletrodomésticos que tirou do apartamento em que a ex-mulher mora com seu filho de cinco meses. Como mostrou a coluna, a advogada Luana Albernaz registrou uma ocorrência contra Vianna na última segunda-feira (8/5), acusando-o de invasão domiciliar.

Responsável pela defesa de Albernaz, a advogada Andrea Paes disse à coluna que se os móveis e eletrodomésticos levados pelo deputado não forem devolvidos em 48 horas, Vianna sofrerá uma busca e apreensão autorizada pela Justiça. A decisão foi dada pelo Juizado Especial Criminal Campos dos Goytacazes.

Albernaz postou vídeos em uma rede social mostrando sua casa vazia após Vianna ter, segundo ela, invadido o local e levado móveis e eletrodomésticos que dizia ser dele. O deputado disse que o imóvel está alugado em seu nome e precisa ser desocupado.

 

Além de agora responder na Justiça pelo caso, Vianna é alvo também de uma ação judicial por falta de pagamento da pensão alimentícia.

Vianna assumirá a vaga do deputado Daniel Soranz na Câmara dos Deputados. Soranz retornará à Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro na próxima quarta-feira (17/5). O suplente é um dos nomes favoritos do prefeito Eduardo Paes para disputar a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no norte do Rio de Janeiro, em 2026.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações