Lira anula ida de Guedes para explicar falta de reajuste a policiais

Ida do ministro à Câmara era esperada para que o governo explicasse a impossibilidade de conceder reajuste salarial a policiais e agentes

atualizado 04/07/2022 19:20

Lira e GuedesReprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), revogou, nesta segunda-feira (4/7), a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para participar de audiência pública prevista para ocorrer nesta terça (5/7). Com a nulidade da convocação, a oitiva foi cancelada.

A ida do titular da pasta era esperada para que o governo federal explicasse a impossibilidade de conceder reajuste salarial aos policiais e agentes de segurança pública neste ano.

A convocação foi aprovada em 7 de junho pela Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados. O pedido partiu dos deputados Luis Miranda (Republicanos-DF) e Subtenente Gonzaga (PSD-MG).

Os parlamentares cobraram a ida do ministro para esclarecer eventual concessão de aumento à categoria, conforme o presidente Jair Bolsonaro (PL) e a equipe econômica haviam defendido anteriormente.

“Esses profissionais aguardam a reestruturação da União, prometida pelo presidente Bolsonaro, e não tiveram retorno sobre o assunto até a presente data”, justificam os autores no requerimento, destacando que o próprio ministro da Justiça, Anderson torres, havia encaminhado as propostas das entidades ao Ministério da Economia, na ocasião.

“Não é o momento”

Recentemente, o vice-presidente do colegiado, deputado Daniel Silveira (PTB-RJ), defendeu que não é o momento de policiais receberem reajustes do governo federal. A fala foi noticiada pela coluna Guilherme Amado.

“Apesar de defender a melhoria da categoria dos policiais, não dá para ser classista em um momento de equalização da economia”, sustentou o deputado à coluna.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias