*
 

O deputado federal eleito Alexandre Frota (PSL-SP) participou da reunião do governo de transição de Jair Bolsonaro na manhã desta quinta-feira (8/11) no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília.

Ele negou que vá assumir qualquer cargo no governo de Jair Bolsonaro.

“Vim fazer uma visita, agradecer e desejar boa sorte, que eles façam as escolhas certas para o país”, disse.

Frota carregava consigo o livro “Máfia petista. A Ascensão e a queda do império petista”, de autoria do futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Após mostrar o livro, Frota foi embora ao ser perguntando o que achava de Lorenzoni ter admitido o recebimento de caixa 2 da JBS. “Não falo sobre isso. Vim pegar o livro [dele]”.

Cultura
Frota negou assumir qualquer posto no futuro governo. Disse, no entanto, que é preciso “acabar com a farra e aparar as arestas” no setor da Cultura. Sem entrar em detalhes, ele disse que a Lei Rouanet e outras fontes de incentivo devem passar por uma “reforma séria”.