Vídeo: ex-assessor confessa ter matado Camata

O motivo seria o bloqueio de R$ 60 mil na conta do ex-assessor, que perdeu uma ação judicial movida pelo político

atualizado 27/12/2018 17:41

PCES/Divulgação

Em um vídeo divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, o ex-assessor de Gerson Camata (MDB-ES), Marcos Venício Moreira Andrade, de 66 anos, confessa ter matado com um tiro de pistola o político capixaba. Camata foi governador do estado e senador.

O crime ocorreu no início da tarde de quarta-feira (26/12), no bairro Praia do Canto, área nobre de Vitória. Na conversa filmada, o ex-assessor diz que matou o desafeto por causa de uma briga judicial. Andrade perdeu um processo por injúria e difamação movido pelo ex-governador contra ele. Como resultado, foram bloqueados R$ 60 mil de sua conta.

O valor se refere à indenização definida pela Justiça. “Fui falar com ele. Disse, ‘Camata, esses R$ 60 mil que você bloqueou na minha conta’. Ele falou: ‘esse aí você já perdeu. Você tem que se foder porque você fez uma denúncia contra mim”, narrou o suspeito.

“Nessa denúncia (feita por Andrade), ele perdeu a eleição. Ele não quis mais ser candidato. Ele falou ‘você já perdeu, você tem que tomar no rabo’. Fiquei surpreso com a atitude dele. Fui conversar com ele numa boa”, prosseguiu Venício.

A polícia suspeita que o ex-assessor tenha premeditado o crime, fato que ele nega, assim como a participação de terceiros. Andrade assessorou Camata por 19 anos e afirmou não ter o costume de andar armado. No dia do crime, ele disse ter saído com a pistola para para renovar o registro da arma.

Os dois romperam relações em 2005. Em 2009, Andrade denunciou Camata por cobrança de propina de empreiteiras, entre elas a Odebrecht. Ele também acusou o ex-senador de se apropriar indevidamente de 30% dos salários de seus funcionários. À época, Camata rechaçou as acusações. Depois de perder uma eleição, ele processou Andrade por calúnia, injúria e difamação. Em outubro, a 5ª Vara Criminal de Vitória condenou Andrade.

Últimas notícias