PF investiga estelionato contra a Caixa Econômica Federal

Segundo a Polícia Federal, "as contas criadas pelos suspeitos eram utilizadas para fazer empréstimos fraudulentos na Caixa e outros bancos"

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 15/06/2019 7:16

A Polícia Federal deflagrou na última sexta-feira (14/06/2019), a Operação Broadway para investigar suposto estelionato contra a Caixa Econômica Federal.

“A ação tem como alvos pessoas suspeitas de produzirem documentos falsos para a abertura de contas fantasmas na instituição bancária”, diz a PF.

Policiais federais cumpriram mandados de busca e apreensão nas cidades de Curitiba/PR e Ponta Grossa/PR.

Segundo a PF, “as contas criadas pelos suspeitos eram utilizadas para fazer empréstimos fraudulentos junto à Caixa e outros bancos”. “Foi apurado prejuízo superior a R$ 1 milhão com as fraudes”.

“Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos documentos, celulares e mídias. Em um dos celulares foram localizadas imagens de documentos de centenas de pessoas”, afirma a corporação.

Os envolvidos irão responder pelo crime de estelionato, cuja pena é de um a cinco anos de prisão. O nome da Operação faz referência ao apelido de um dos investigados, que é conhecido como “Drama”.

Últimas notícias