Raquel Dodge pode dissolver força-tarefa da Lava Jato em setembro

A procuradora-geral tem o poder de dissolver o grupo no próximo mês, quando o prazo para seu funcionamento vai expirar

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 10/08/2019 10:43

O prazo para o funcionamento da força-tarefa da operação Lava Jato expira no próximo mês – e sua renovação está nas mãos da procuradora-geral da República Raquel Dodge. A partir de 9 de setembro, a equipe liderada por Deltan Dallagnol poderá ser dissolvida.

A renovação do prazo é responsabilidade de Dodge. Segundo a coluna de Mônica Bergamo, no jornal Folha de São Paulo, os procuradores de Curitiba e de Brasília apostam que ela vai manter a equipe, mesmo com o vazamento recente de mensagens em que Dallagnol fala mal da jurista e propõe a divulgação de informações que poderiam causar um desgaste à imagem dela. As opiniões, no entanto, não são consensuais.

Últimas notícias