metropoles.com

Estudo: 63% dos filhos de mães que tiveram Covid nasceram prematuros

Pesquisa do Hospital das Clínicas em São Paulo acompanhou mães que estavam com Covid no parto ou até 14 dias antes do parto

atualizado

Compartilhar notícia

iStock
Na foto, um bebê recém nascido
1 de 1 Na foto, um bebê recém nascido - Foto: iStock

São Paulo A taxa de prematuridade em recém-nascidos filhos de mães que tiveram Covid-19 no fim da gestação chegou a 63%, de acordo com estudo realizado no Departamento de Pediatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

De acordo com a pesquisa, a prematuridade mais que dobrou no Hospital das Clínicas em relação a 2019, ano em que cerca de 30% dos bebês nasceram antes da hora.

O estudo foi realizado entre março de 2020 e março de 2021, envolveu 71 recém-nascidos cujas mães estavam infectadas com Covid durante o parto ou até 14 dias antes do nascimento. Foram 45 nascimentos prematuros (63% dos nascimentos).

Dentro dos prematuros, 20 (28,1%) nasceram com 32 semanas ou menos.

Os bebês foram acompanhados desde o parto até o momento de alta do hospital, e o tempo de internação variou de 2 a 194 dias.

Os resultados estão no estudo intitulado “Evolução clínica de recém-nascidos de mães com Covid-19 em hospital terciário no Brasil”, que foi apresentado durante o 25º Congresso Brasileiro de Perinatologia, em dezembro.

A neonatologista Bruna de Paula Duarte, uma das participantes do estudo, afirmou: “É muito importante sabermos as especificidades associadas à Covid-19 para podermos oferecer a melhor assistência possível para esses recém-nascidos, pois trata-se de uma doença nova para todos nós”.

 

 

 

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações