Escritor vende todos exemplares de seu livro após desabafar no Twitter

Sérgio Fragoso é servidor público e dedica suas noites a escrever uma trilogia de suspense policial

atualizado 16/02/2022 19:16

Autor conta com as redes sociais para vender livros Arquivo pessoal

O escritor Sérgio Fragoso, de 44 anos, vendeu todos os exemplares de seu livro de suspense policial após desabafar no Twitter, nessa terça-feira (15/2). O autor contou que, das 100 unidades produzidas, apenas 13 haviam sido vendidas.

“Não está fácil vender. Dos 100 exemplares que recebi para autografar ainda restam 87, mas não vou desanimar”, escreveu na rede social.

A publicação recebeu 62 mil comentários e 14 mil retweets em menos de 24 horas, e todos os exemplares físicos do livro foram vendidos. Nessa quinta-feira, a obra chegou ao 10° lugar na lista de livros de suspense mais vendidos na Amazon.

“Estou recebendo tantas mensagens de pessoas querendo comprar que não estou dando conta de responder. É incrível esse momento de fama”, diz. “Essa exposição faz com que mais pessoas acabem conhecendo meu trabalho e os outros livros que tenho.” Ele conta que já ganhou 1.200 seguidores no Twitter desde a noite de terça-feira.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Sérgio, que é servidor público, escreve nas horas vagas, principalmente durante as noites. “Comecei a escrever suspense em 2018. Tenho uma série de livros com o Detetive Scott, ele é protagonista em quatro de minhas histórias. Também tem os livros Mutiladas, O Assassino das noivas e Assassinato à beira mar”, explica.

O autor diz que já tem outras histórias prontas e que uma delas deve ser lançada ainda neste semestre. Ele conta que não é fácil vender sendo um autor pouco conhecido, mas que conta com a ajuda do Twitter e do TikTok para ganhar reconhecimento. “Hoje, já posso dizer que tenho até alguns fãs, mas o trabalho de divulgação é diário e isso exige muita dedicação”, finaliza.

Mais lidas
Últimas notícias