metropoles.com

PDT lança pré-candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República

“Ciro: a rebeldia da esperança” é o slogan escolhido para a campanha do pedetista ao Palácio do Planalto

atualizado

Compartilhar notícia

Gustavo Moreno/Especial Metrópoles
PDT lança oficialmente a pré-candidatura do ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) a presidente da República 1
1 de 1 PDT lança oficialmente a pré-candidatura do ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) a presidente da República 1 - Foto: Gustavo Moreno/Especial Metrópoles

Com o slogan “Ciro: a rebeldia da esperança”, o PDT oficializou, nesta sexta-feira (21/1), após a convenção partidária na sede do partido em Brasília, a pré-candidatura do ex-ministro Ciro Gomes à Presidência da República nas eleições de outubro.

O anúncio ocorreu um dia antes do centenário de Leonel Brizola, ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro, fundador do partido e uma das principais figuras trabalhistas. Antes do anúncio, o partido realizou convenção em formato híbrido, à qual poucos pedetistas compareceram presencialmente.

O presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, destacou que o nome de Ciro como candidato foi aprovado “por unanimidade, por aclamação”. “Hoje começamos uma nova etapa: o PDT é Ciro, porque rebeldia e esperança estão no DNA deste que é o mais nacionalista e patriota de todos os partidos do Brasil. Sempre se manteve nos interesses do povo brasileiro”, declarou.

0

Lupi fez um discurso com diversas referências aos termos “rebeldia” e “esperança” associando-os a figuras históricas do partido, como Getúlio Vargas e Brizola, com Ciro Gomes. “Hoje, mais do nunca, a rebeldia do Ciro é uma necessidade vital para o povo brasileiro”, disse.

“Estão pensando o quê? Isso é para valer!”, disse Ciro Gomes, antes de começar a discursar, sinalizando que não pretende desistir da disputa eleitoral.

Entre os presentes no ato de lançamento da pré-candidatura de Ciro Gomes, estavam o senador Cid Gomes (PDT-CE), os deputados André Figueiredo (PDT-CE) e Mauro Benevides Filho (PDT-CE), licenciado, e o ex-prefeito de Fortaleza (CE) Roberto Cláudio (PDT).

Terceira via?

Em meio à pressão de alguns aliados para que o pedetista desista do pleito, Ciro vem tentando se viabilizar como a “terceira via” contra a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em pesquisa Datafolha de 16 de dezembro passado, Ciro apareceu com 7% das intenções de voto, empatado tecnicamente no terceiro lugar, ao lado do ex-ministro Sergio Moro (Podemos), que tem 9%. O petista lidera o ranking, com 48% das intenções de votos, seguido pelo atual mandatário do país, com 22%.

Perfil

Ciro Gomes foi deputado estadual do Ceará (1983-1989), prefeito de Fortaleza (1989-1990), governador do Ceará (1991-1994), ministro da Fazenda no governo FHC (1994-1995), ministro da Integração Nacional no governo Lula (2003-2006) e deputado federal (2007-2011).

O político cearense também foi secretário estadual de Saúde no governo de Cid Gomes (2013-2015) e presidente da Transnordestina S/A (2015-2016).

Esta é a quarta vez que Ciro se candidata ao cargo de chefe do Poder Executivo federal. Na eleição presidencial de 1998, Ciro ficou em terceiro lugar, atrás de Lula e do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que se reelegeu. Quatro anos depois, Ciro ficou em quarto lugar e, depois, apoiou Lula, que venceu Geraldo Alckmin (PSDB) no segundo turno.

Em 2018, ele ficou em terceiro lugar e não apoiou qualquer candidato no segundo turno. Jair Bolsonaro venceu Fernando Haddad (PT) e se elegeu presidente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?