Covid-19: com 7 casos, Fernando de Noronha é fechada ao público

Medida do governo de Pernambuco proíbe a entrada de turistas e moradores na ilha, sejam eles permanentes ou temporários

atualizado 06/04/2020 12:47

O governo de Pernambuco decretou a suspensão, por 15 dias, da entrada de pessoas em Fernando de Noronha para conter o avanço do coronavírus no local. De acordo com informações do site iG, a medida proíbe a entrada de turistas e novos moradores na ilha, sejam eles permanentes ou temporários.

A interdição de Noronha foi solicitada ao governo pernambucano pelo Conselho Distrital da ilha. A saída de moradores e trabalhadores continua autorizada, por meio de voos semanais mantidos para o abastecimento e o deslocamento de pessoal.

“A solicitação prende-se ao fato de que existem moradores chegando na ilha em uma semana e retornando na outra, sem obedecer ao intervalo da quarentena. Solicitamos ainda que a entrada fique restrita às pessoas para serviços essenciais devidamente autorizados pelas autoridades”, diz o conselho.

Segundo o administrador geral de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, a medida pode ser prorrogada.

Últimas notícias