*
 

O Campeonato Candango está movimentado fora das quatro linhas. Entre terça-feira (7/3) e quinta-feira (9), três técnicos foram dispensados de seus respectivos clubes. Após Luis Carlos Souza ser desligado do Brasiliense, Luziânia e Real F.C. anunciaram nesta quinta que Ricardo Antônio e Gauchinho não comandam mais os times.

O Luziânia agradeceu os serviços prestados pelo comandante. “Ricardo Antônio chegou no time em dezembro de 2013; conquistou em 2014 o Campeonato Candango; em 2015, o terceiro lugar da competição brasiliense; e, em 2016, foi campeão Invicto do Candangão. A família Luziânia agradece imensamente o professor por tudo no que ajudou a conquistar para o clube”, ressaltou, em nota, o Luziânia.

A diretoria do Real F.C. também se pronunciou agradecendo o ex-técnico. “A decisão foi feita de forma conjunta, com iniciativa de Gauchinho, por entender que o momento é de mudança no comando técnico”, publicaram.

Na terça-feira (7), o Brasiliense anunciou a saída de Luis Carlos Souza na véspera do duelo contra o Ceilândia, no Abadião. Rafael Toledo assumiu interinamente e vai comandar o Jacaré no clássico contra o Gama, no domingo (12), no Bezerrão. As demais equipes não anunciaram os respectivos substitutos.

O Brasiliense lidera o Candangão-2017, com 20 pontos. O  Real é o quinto colocado, com 11, enquanto o Luziânia faz campanha modesta, na 10ª colocação, com seis pontos em sete partidas.

 

 

COMENTE

candangãodemissãoCampeonato Brasilienseluis carlos souzatécnico demitidogauchinhoricardo antônio
comunicar erro à redação