Para 53% dos brasileiros, saúde mental piorou por conta da pandemia

Pesquisa com 21 mil pessoas em 30 países mostra que bem-estar mental no Brasil só foi melhor que em outras quatro nações

atualizado 14/04/2021 13:11

mulher sozinha olhando pela janelaMalte Mueller/Getty Images

De acordo com uma pesquisa feita pelo Instituto Ipsos encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, 53% dos brasileiros afirmam que o seu bem-estar mental piorou um pouco ou muito no último ano por conta da pandemia de Covid-19. O levantamento foi divulgado pela BBC News Brasil.

O índice é maior do que a média global (45%) dos outros 30 países consultados, e fica abaixo apenas da Itália (54%), Hungria (56%), Chile (56%) e Turquia (61%). Só em três países, Índia, China e Arábia Saudita, a população acredita que a situação melhorou. Foram entrevistadas 21 mil pessoas, sendo mil delas no Brasil, de 16 a 74 anos.

A pesquisa do Ipsos também questionou os entrevistados sobre quando esperam voltar à normalidade: metade disse esperar que o retorno aconteça ainda em 2021 e 35% acredita que demorará mais tempo.

Um estudo publicado nessa terça (13/4) na revista científica The Lancet mostra que, apesar de a população estar sofrendo com a saúde mental, não houve aumento de casos de suicídio no Brasil. Os pesquisadores alertam que os dados podem estar incompletos e precisam ser monitorados.

0

Mais lidas
Últimas notícias