metropoles.com

Hospitais de Gaza suspendem operações por falta de energia e remédios

Em meio aos combates entre Israel e o Hamas, dois hospitais do norte do enclave palestino pararam de aceitar novos pacientes

atualizado

Compartilhar notícia

Abed Rahim Khatib/Anadolu via Getty Images
Imagem colorida mostra destruição após ataque aéreo na Faixa de Gaza - Metrópoles
1 de 1 Imagem colorida mostra destruição após ataque aéreo na Faixa de Gaza - Metrópoles - Foto: Abed Rahim Khatib/Anadolu via Getty Images

Dois hospitais no norte da Faixa de Gaza fecharam para novos pacientes neste domingo (12/11) por causa da escassez de combustível para geradores e medicamentos, afirmaram autoridades de saúde palestina. Entre eles estão os dois maiores hospitais de Gaza, Al Shifa e Al-Quds.

No sábado (11/11), forças de Israel se encontravam nos arredores do hospital Al Shifa, na cidade de Gaza, apontando que o grupo terrorista Hamas mantém, no subsolo do centro médico, o principal quartel-general militar e centro de operações.

O Exército israelense informou que se ofereceu ontem para evacuar bebês em incubadoras e negou que estivesse atacando diretamente hospitais na cidade de Gaza ou que estivessem sitiados, enquanto testemunhas e meios de comunicação palestinos apontavam para o cerco não só do Al Shifa, mas também do complexo médico de Rantisi, onde também funciona um hospital pediátrico.

Um cirurgião do Al Shifa disse que bombardeios ao prédio que abriga as incubadoras forçou as equipes a colocarem bebês prematuros em camas comuns, usando a pouca energia disponível para aquecer o local.

Leia a matéria completa no DW, parceiro do Metrópoles.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações