metropoles.com

Startups investem em novas baterias para baratear carros elétricos

A ideia é usar produtos abundantes e baratos como o sódio e o enxofre em substituição ao lítio, caro e escasso

atualizado

Compartilhar notícia

imagem colorida carro elétrico abastecendo
1 de 1 imagem colorida carro elétrico abastecendo - Foto: null

Startups americanas e europeias iniciaram uma corrida para desenvolver baterias para carros elétricos a partir de sódio e enxofre, itens abundantes e baratos. A ideia é empregar esses produtos em substituição aos matérias utilizados hoje nesses equipamentos como o lítio, o cobalto, o manganês e o níquel de alta qualidade, cujos preços dispararam no mercado internacional.

Com a mudança, as jovens empresas ocidentais tentam reduzir o domínio da China nesse segmento. De quebra, querem ainda aliviar gargalos de produção e fornecimento.

Um relatório recente da Agência Internacional de Energia (IEA, em inglês) indica que centenas de novas minas seriam necessárias para atender à demanda até 2030 desses metais. Isso inclui a abertura de mais 50 minas de lítio, 60 de níquel e 17 de cobalto.

A química das baterias mais baratas, por outro lado, também enfrenta desafios. Os íons de sódio não armazenam energia suficiente. As células de enxofre tendem a corroer rapidamente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações