metropoles.com

Presidente do Galo pede CPI do futebol após polêmica no Maracanã

Após o apito final, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, também foi às redes sociais para criticar a marcação do pênalti para o Fluminens

atualizado

Compartilhar notícia

Marcelo Gonçalves/Fluminense FC
flu-fortaleza
1 de 1 flu-fortaleza - Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC

O Fluminense avançou para a semifinal da Copa do Brasil após um lance bastante polêmico marcado pelo VAR. O Fortaleza vencia o jogo por 2 x 0 quando um jogador do Leão cometeu falta fora da área, as imagens foram para o VAR e a equipe de vídeo e o árbitro viram pênalti a favor do Fluminense.

Após o apito final, o presidente do clube, Marcelo Paz, foi às redes sociais criticar a marcação da falta, que acabou acarretando em pênalti.  O vídeo postado pelo dirigente do Fortaleza repercutiu bastante, tendo até o ex-presidente do Atlético-MG, Sergio Sette, pedindo para acabar os privilégios dos chamados “clubes do eixo”.

No pronunciamento, Marcelo Paz questiona o pênalti marcado, e menciona que até a imprensa está comentando sobre a atitude do VAR.

“Viemos para cá, fizemos 2 x 0 e inventam um pênalti de uma forma ridícula. Eu nunca vi um pênalti tão absurdo ser marcado pelo VAR, que para a imagem, olha com calma. A imprensa do Brasil todo está comentando, não é coisa de torcedor do Fortaleza ou presidente, é todo mundo que gosta de futebol e viu a vergonha que aconteceu no Maracanã”, disse.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEsportes

Você quer ficar por dentro das notícias de esportes e receber notificações em tempo real?

Notificações