Brasiliense vence, carimba a classificação e assume a liderança do Grupo A6

Com gols de Maicon Assis, Luquinhas e Diogo, o Jacaré chegou aos 26 pontos e dorme na liderança da chave

atualizado 08/11/2020 1:48

BRASILIENSE X ATLETICO1Marivaldo Batista/Especial para o Metrópoles

O Brasiliense Futebol Clube está classificado para o mata mata da Série D. Na noite deste sábado (7/11), a equipe amarela bateu o Atlético de Alagoinhas por 3 x 0, chegou aos 26 pontos e assumiu momentaneamente a liderança do Grupo A6. Os gols do Jacaré foram anotados por Maicon Assis, Luquinhas e Diogo.

Caso a Caldense derrote a equipe do Gama no jogo deste domingo (8/11), o Jacaré encerra a rodada como líder isolado da chave.

O esquadrão amarelo volta a campo no próximo sábado (14/11), contra o Bahia de Feira. O duelo está marcado para às 15h, na Boca do Jacaré.

Veja fotos da partida: 

0
Primeiro tempo equilibrado

A equipe da casa assumiu a iniciativa no início do jogo. Com menos de um minuto, Jeam avançou pelo meio e bateu rasteiro, mas sem oferecer perigo ao gol do Jacaré. O esquedrão amarelo não demorou a responder. Aos dois minutos, Zé Love ajeitou para o chute de Luquinhas, que saiu pelo lado esquerdo.

Luquinhas novamente comandou a descida do Jacaré ao ataque. Quando eram marcados nove minutos, o atacante do Brasiliense dominou dentro da aérea e, mesmo caído, finalizou no ângulo do goleiro Fábio Lima, que fez a defesa.

O jogo era franco, mas o Atlético conseguia chegar com mais perigo e esbarrava na boa marcação do Jacaré. A equipe da casa construiu três boas chegadas. Aos 13’, Robert ajeitou e Leandro Sobral bateu por cima. No lance seguinte, Jeam cabeceou no cantinho e Fernando Henrique pulou para fazer a defesa. Com 27 jogados, Jeam, mais uma vez de cabeça, colocou a bola pela linha de fundo.

Quando o Jacaré respondeu, a rede balançou. Maicon Assis arcou pela meia esquerda, tirou três marcadores e soltou o pé de fora. A bola ainda beliscou a trave antes de morrer no fundo do gol, aos 32 minutos.

Antes do intervalo, o Carcará ainda teve duas chances para empatar. Aos 34’, no chute de Miller defendido por Fernando Henrique; e depois aos 41’, na jogada de Jeam, que cruzou para o meio da área e Fernandinho errou o chute.

Com um a menos, Jacaré faz mais dois

A segunda etapa começou com o Jacaré em cima. Com três minutos, Breno Calixto cabeceou com perigo, após falta cobrada por Peu. O Atlético respondeu com Dionisio, que bateu por cima do gol aos seis minutos.

Administrando a vantagem e jogado melhor, o Brasiliense comandava as ações. Corridos oito minutos, Peu cobrou falta frontal no meio da barreira, Fábio Lima rebateu e Zé Love chegou dividindo, mas o bandeirinha já marcava a posição irregular.

Aos 14’, Zé Love foi expulso ao receber o segundo amarelo. Com um homem a mais, o Carcará buscou o empate. Aos 22’, Filipinho arriscou de longe, mas a bola saiu por cima.

Jogando no contra-ataque, o Jacaré chegou ao segundo. Aos 24’, Luquinhas tabelou com Diogo e bateu de cavadinha na saída do goleiro: 2 x 0 para o Brasiliense.

O time da casa não se entregou e tentava descontar, mas esbarrava em Fernando Henrique, que defendeu os chutes de Dionisio e Miller. Jogando bem no campo de defesa, o Jacaré descolou mais um contragolpe. Aos 44’, Romarinho tocou para Diogo no fundo, que bateu cruzado e marcou o terceiro, decretando a vitória e a classificação do Jacaré para a próxima fase.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS 0 X 3  BRASILIENSE

Campeonato Brasileiro Série D 2020 –  Fase de grupos – Décima primeira rodada

7/11/2020, 20h30, Estádio Antônio Carneiro – Alagoinhas, Bahia

Árbitro: Jonata de Souza Gouveia-AL

A1: Edevan de Oliveira Pereira-BA

A2: Marcus Vinicius Ferreira de Souza-BA

4º árbitro: Joedson de Jesus Oliveira-BA

ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

Fábio Lima; Edson, Mailson (Athirson), Saulo, Iran e Felipinho, Leandro Sobral (Fernandinho), Dionisio e Miller; Jeam e Robert (Naian)

Técnico: José Carijé

Cartões amarelos: Robert

BRASILIENSE

Fernando Henrique; Diogo, Breno Calixto, Badhuga e Peu (Aldo); Bruno Lima, W. Balotelli, Zotti (Romarinho) e Maicon Assis (Jefferson Maranhão); Luquinhas (Romário) e Zé Love

Técnico: Edson Souza

Gols: Maicon Assis (32’ 1T), Luquinhas (24’ 2t) e Diogo (44’ 2T)

Cartões amarelos: Maicon Assis, Zé Love

Cartões Vermelhos: Zé Love

Vídeos
Últimas notícias