“Fãs” transformam Jeff Dahmer em símbolo sexual após série da Netflix

Alguns internautas estão manifestando interesse amoroso no canibal, que matou 17 homens e garotos

Por mais estranho e chocante que possa parecer, o serial killer Jeffrey Dahmer conquistou uma multidão de fãs após a Netflix lançar a minissérie Dahmer: O Canibal Americano, que relata os assassinatos macabros cometidos pelo “monstro de Milwaukee”.

Colecionando uma série de perfis de fãs nas redes sociais, o assassino de 17 homens e garotos tornou-se sex simbol (símbolo sexual em inglês) de alguns internautas. Sim, é isso mesmo que você leu!

1/8
Jeffrey Dahmer, o canibal americano
As vítimas de Jeffrey Dahmer
Jeffrey Dahmer matou 17 homens e garotos
Ele foi condenado à prisão perpétua em todos os casos
Dahmer foi morto por um outro detento na prisão em 1994
O ator Evan Petters foi quem viveu o serial killer na série da Netflix

De acordo com o New York Post, alguns espectadores de Dahmer: O Canibal Americano manifestaram sentimentos amorosos pelo serial kiler, que cometia necrofilia e canibalismo em seus crimes hediondos, nas redes sociais.

“A foto de Jeffrey Dahmer definitivamente dá algo que eu não sabia ou achava que teria”, escreveu um internauta no Twitter. “Jeffrey Dahmer é quente”, apontou mais um.

Uma outra pessoa ainda se irritou com o fato de Evan Peters, ator que vive Dahmer na minissérie da Netflix, ser o primeiro resultado quando se busca algo sobre o serial killer na web.

Dahmer quebra recordes

Dahmer: O Canibal Americano bateu recordes na Netflix: a trama se tornou o título seriado mais assistido em sua estreia na plataforma desde a quarta temporada de Stranger Things.

De acordo com a Forbes, a minissérie, protagonizada por Evan Peters, foi vista por mais de 196,2 milhões de horas entre os dias 21 a 25 de setembro, sua semana de estreia.

Stranger Things, o maior sucesso de audiência da plataforma de streaming, estreou sua quarta temporada com mais de 303 milhões de horas assistidas.