MC Davi tem carro apreendido em blitz e diz ter sido vítima de racismo

O funkeiro surgiu chorando no Instagram logo após o carro ser preso em uma blitz e disse que o problema é sua cor e profissão

atualizado 11/06/2020 19:08

Reprodução/Facebook

O funkeiro MC Davi teve seu carro apreendido nesta quinta-feira (11/6) em uma blitz de São Paulo. No Instagram, o funkeiro afirmou que foi vítima de racismo.

Em uma transmissão ao vivo na rede social, o cantor surgiu chorando muito: “Só porque eu sou preto e MC. Tem duas viaturas. Um policial foi legal comigo, os outros, não”, disse ele. “Não fiz nada. Só porque eu sou preto e MC”, seguiu.

0

Segundo Davi, a documentação do carro, uma Land Rower avaliada em R$ 500 mil, está em dia e com habilitação regular. Ele contou ainda que estava saindo de uma loja de roupas e indo gravar um clipe quando foi abordado pela polícia.

“Não estava correndo nem nada. Vem sem preto, ser MC e ter tatuagem na cara…”, reclamou Davi. O carro foi apreendido e levado para o Departamento de Trânsito de São Paulo.

Últimas notícias