De joelhos, Eduardo Costa pede perdão por brigas sobre política

Defensor declarado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o cantor se desculpou com os fãs e disse que não falará mais do tema

atualizado 01/05/2020 22:44

Eduardo Costa de joelhos durante live cabaréReprodução

A crise política gerada pela pandemia do novo coronavírus foi tema da live do Cabaré, show de Eduardo Costa e Leonardo, transmitido, nesta segunda-feira (01/05), pelo YouTube.

Leonardo puxou o tema, afirmando que o país precisava de união para enfrentar a Covid-19. “Hoje, o que está matando é a fome, amanhã, será a fome. Peço aos políticos, ao presidente, aos governadores e aos senadores que não se aproveitem deste momento terrível para brigar um com o outro. É hora de todo mundo se unir”.

Em seguida, Eduardo Costa fez um depoimento surpreendente. Defensor de Jair Bolsonaro, o cantor entrou em diversas brigas em sua defesa pelo presidente da República. No entanto, o cantor pediu desculpas pelas brigas.

“[Neste momento] não existe direita e esquerda, existe o povo se unir para combater isso [o coronavírus]”, começou Eduardo. “Em algum momento da minha vida, falei de política e fui mal interpretado. Quero pedir perdão a todos, eu sei que ultrapassei os limites, quero pedir perdão”, completou o cantor, que se ajoelhou no palco.

“Eu errei, me excedi, me arrependo profundamente, quero falar de música e cachaça. De política eu não quero falar nunca mais, só para ajudar o povo do Brasil”, concluiu.

Veja memes do show: 

0

A live do Cabaré está sendo assistida por mais de 3,3 milhões de espectadores, divididos nos canais de Eduardo Costa e Leonardo. Acompanhe aqui.

Últimas notícias