Exposição Seguimos na Subversão mostra trajetória feminista no DF

A mostra gratuita vai até 7 de dezembro e conta a trajetória da ONG Cfemea e de movimentos feministas brasileiros

Fabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty ImagesFabio Vieira/FotoRua/NurPhoto via Getty Images

atualizado 13/11/2019 14:45

A Galeria Dulcina de Moraes, no Conic, recebe a partir desta quarta-feira (13/11/2019) a exposição Cfemea 30 Anos — Seguimos na Subversão. A mostra segue até 7 de dezembro e conta a trajetória do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) e dos movimentos feministas brasileiros. A entrada é gratuita.

Os visitantes conhecerão, por meio de peças gráficas, cartazes, jornais e campanhas, as batalhas e os diálogos travados para a elaboração e efetivação de leis e políticas públicas voltadas para as brasileiras — como as leis de Planejamento Familiar e Maria da Penha. Haverá ainda exibição de vídeos sobre diversas temáticas: mulheres na política, enfrentamento à violência doméstica, direito das trabalhadoras, entre outras. Todo o material exposto ficará disponível ao público para download via QR Code.

Criada em Brasília, a organização não governamental (ONG) Cfemea foi fundada em julho de 1989 por um grupo de feministas comprometidas com a regulamentação dos direitos conquistados pelas mulheres na Constituição de 1988.

Exposição Cfema 30 anos – Seguimos na Subversão
De 13 de novembro a 7 de dezembro, na Galeria Dulcina de Moraes (Conic). De segunda a sábado, das 12h às 20h. Entrada franca. Livre para todos os públicos

Últimas notícias