Vídeo: mãe denuncia erro de auxiliar de enfermagem ao vacinar filho

Aline Magalhães Pereira, 41 anos, só percebeu o erro quando viu o frame ampliado da gravação que fez na tarde dessa terça-feira (29/3)

atualizado 30/03/2022 18:09

Vacina contra Covid-19 é aplicada em criança de 9 anosReprodução/Material cedido ao Metrópoles

Chegou à Ouvidoria do Governo do Distrito Federal (GDF), a denúncia de uma mãe contra uma profissional da Unidade Básica de Saúde 1, do Guará. Aline Magalhães Pereira, 41 anos, levou o filho, de 9, ao posto que fica na QE 6, para que o menino recebesse a segunda dose da vacina contra Covid-19. Na ocasião, a auxiliar de enfermagem que fez a aplicação errou e soltou o imunizante antes de a seringa penetrar o braço do paciente. Depois que o líquido escorreu, a mulher inseriu e retirou a agulha, sem que a vacina tivesse, de fato, sido aplicada.

A mãe só percebeu o erro quando chegou em casa e deu zoom na filmagem que fez. “Fui para casa achando que meu filho estava imunizado. Isso que me revoltou”, conta. Após a aplicação, a auxiliar de enfermagem seca a área com algodão e, rapidamente, cobre o local com a manga da camisa do garoto.

“Achei estranha a técnica dela, a maneira como ela aplicou. Sou dentista, a gente entende um pouquinho da técnica. Todo mundo da área da saúde é passível de erro. Ela errou e escondeu isso”, lamenta.

0

 

Depois de perceber que o filho não estava corretamente imunizado, Aline retornou ao local, cerca de duas horas após o ocorrido, e mostrou o vídeo para a supervisora da UBS. A profissional constatou a falha e, de imediato, aplicou outra dose no menino.

A mãe conta que a criança ainda está com dores no braço, com calafrios e moleza, reações consideradas normais pelas autoridades sanitárias. “Ele não vai a escola hoje, ficará em observação”, explica.

Veja o momento da aplicação:

Revoltada com o descaso da auxiliar, Aline protocolou uma denúncia na ouvidoria do GDF. À mãe, o órgão disse que demorará cerca de 20 dias para realizar a apuração dos fatos. Procurada, a Secretaria de Saúde informou que todas as demandas que chegam à Ouvidoria do órgão são apuradas e que eventuais medidas são adotadas de acordo com cada caso.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias