metropoles.com

Cadê a Pracinha? Bombeiros procuram cadela que fugiu de quartel no DF

Pracinha, de aproximadamente 5 meses, fugiu do 19º GBM, na manhã de domingo (31/3). Ela usava coleira laranja quando desapareceu

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação
Pracinha cadela desaparecida
1 de 1 Pracinha cadela desaparecida - Foto: Divulgação

A equipe do 19º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM), na Candangolândia, está atrás de informações que levem ao paradeiro da mascote Pracinha. A cadela de aproximadamente 5 meses foi vista pela última vez no domingo (31/3).

Pracinha foi atropelada no final de dezembro e resgatada pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF). Desde então, ela estava sendo cuidada pelos socorristas do quartel da Candangolândia.

“Ela se adaptou muito bem à rotina do quartel, muito querida e muito dócil, carinhosa também”, informou o grupamento.

Veja imagens da Pracinha: 

0

No último domingo, sem que ninguém visse, a cadela fugiu por baixo da cerca do quartel e não voltou mais. “Estamos muito preocupados com a Pracinha”, publicaram os bombeiros responsáveis pelo animal.

A cadela tem porte médio e pelagem preta e branca. Quando desapareceu, estava usando uma coleira laranja. Por conta do atropelamento, Pracinha tem cicatrizes na pata traseira esquerda.

Segundo apurado pelos socorristas, ela teria sido vista pela última vez na passarela da Candangolândia, sentido Estrada Parque Indústria e Abastecimento Sul (Epia).

Quem tiver informações a respeito da localização de Pracinha pode acionar o 19º GBM pelo telefone 61 98365-0118 (WhatsApp).

Compartilhar notícia