Covid: com rede pública 97% ocupada, DF tem apenas 3 UTIs para adultos

Na manhã desta segunda-feira (8/3), havia sete leitos de UTI Covid vagos na rede pública do DF. Destes, quatro são neonatais

atualizado 08/03/2021 12:53

UTIHUGO BARRETO/METRÓPOLES

A taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) voltados para pacientes com Covid-19 na rede pública do Distrito Federal  alcançou 97,43% na manhã desta segunda-feira (8/3). O dado é do sistema InfoSaúde, do GDF, e foi atualizado pela última vez às 10h10. Durante a madrugada, a ocupação de leitos chegou a 100% no DF.

Em sete dias, a Secretaria de Saúde do DF ativou 110 leitos de UTI e de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) para pacientes com Covid-19. Na sexta-feira (5/3), foram ativados mais 14 leitos – quatro no Hospital de Campanha da Polícia Militar e 10 no Hospital de Ceilândia.

Ainda assim, no momento, há 265 leitos para Covid-19 ocupados e apenas sete vagos na rede pública. Dos leitos disponíveis, quatro são neonatais e apenas três adultos. Outros 13 estão bloqueados ou aguardando liberação.

Até as 11h30 desta segunda, a lista de espera por UTI na rede pública tinha 76 pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus. Destes, apenas um está confirmado como pediátrico.

Já a rede privada de saúde está com taxa de ocupação de 92,41% na manhã desta segunda-feira. Os dados foram atualizados às 11h10. São 221 leitos de UTI Covid ocupados, 18 disponíveis (todos adultos) e um bloqueado.

0
Abertura de escolas e academias

Apesar de afirmar, nesse sábado (6/3), que o Distrito Federal está entre as unidades federativas com maior taxa de infecção do novo coronavírus, o governador Ibaneis Rocha (MDB) liberou as aulas presenciais nas escolas particulares e as academias de ginástica a retomarem as atividades nesta segunda-feira (8/3).

Em 28 de fevereiro, o GDF impôs algumas restrições na área econômica da capital, para tentar diminuir a transmissão do vírus. A pretensão do governador era de manter as atividades fechadas por 15 dias. Contudo, em menos de uma semana, Ibaneis liberou escolas privadas e academias, com o novo decreto publicado na sexta-feira (5/3).

De acordo com a Secretaria de Saúde, está prevista a ativação de mais 105 leitos para pacientes com Covid-19 nesta semana.

Últimas notícias