Covid: com 896 novos casos, taxa de transmissão chega a 1,39 no DF

Segundo Secretaria de Saúde, não houve nenhuma morte nas últimas 24h. Informações são do boletim desta quinta-feira (26/5)

atualizado 26/05/2022 22:54

Na ilustração colorida, vários vírus são representadoGetty Images

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) registrou, entre quarta (25/5) e quinta-feira (26/5), 896 novos casos de Covid-19. O valor é 16,81% maior do que o registrado entre terça e quarta-feira.

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado pela pasta. Segundo o documento, desde o início da pandemia, o DF notificou 704.498 casos e 11.690 mortes pela doença

Com as atualizações, a taxa de transmissão chegou a 1,39. O valor indica que um grupo de 100 pessoas pode infectar outras 139. Em alta desde o início de maio, a taxa chegou a ter quedas, mas voltou a subir nas últimas semanas. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), quando o número está acima de 1 significa que a pandemia está avançando.

Como é calculada a taxa

Segundo a secretaria, a taxa de transmissão é calculada a partir da média móvel de casos confirmados, por data de início de sintomas de todos os casos confirmados no Distrito Federal, desde 29/02/2020 até 19/05/2022.

Utiliza-se de uma interface disponibilizada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e pela OMS. A taxa de transmissão estima o número médio de casos secundários de uma doença causadas por uma uma pessoa infectada durante o período infeccioso.

Entre 2021 e 2022, o índice atingiu um máximo de 2,61 em janeiro deste ano. Depois, caiu e chegou perto de 0,60. Atualmente, observa-se valor de 1,26 para a taxa de transmissão no DF.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Quer receber notícias do DF direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesdf.

Mais lidas
Últimas notícias