Após quatro roubos, moradora do DF apela a ladrões: “Não entre”

Em entrevista ao Metrópoles, moradora do Sol Nascente explicou a medida tomada nesta semana: "Não aguento mais"

atualizado 18/12/2019 15:22

Arquivo pessoal

Cansada de ser vítima da insegurança que assola a região de Sol Nascente, em Ceilândia, uma moradora da Chácara 48 da cidade tomou uma medida. Revoltada após ter sua residência ser assaltada pela quarta vez, ela estendeu uma faixa no portão fazendo um apelo aos criminosos.

“Senhores ladrões, esta casa já foi arrombada e roubada quatro vezes em um ano. Já me levaram tudo, não entre, pois não há mais nada de valor a ser levado”, pede a moradora.

Segundo os vizinhos, a faixa foi colocada no local na segunda-feira (16/12/2019). Em entrevista ao Metrópoles, a proprietária do imóvel Alessandra Amorim, 44 anos, disse que o crime mais recente ocorreu na semana passada.

“No dia 10 [de dezembro] agora, eles arrombaram a grade que coloquei e levaram uma televisão, uma coleção de copos do meu filho e perfumes”, contou a auxiliar de berçário.

De acordo com a dona da residência, os roubos tiveram início ainda em 2018. “Da primeira vez, eles levaram tudo: televisão, botijão de gás, micro-ondas, álbum de formatura e joias. A segunda vez foi em fevereiro deste ano, quando eu havia acabado de comprar uma TV nova. Em novembro, arrombaram a grade de novo, mas o vizinho viu e eles fugiram”, enumerou.

Para Alessandra, a última investida dos criminosos foi “a gota d’água”. “Eu já coloquei grade, cadeado e nada inibe os bandidos. Imagino que não sejam o mesmos, mas não aguento mais. Vivo dentro de uma prisão, porque minha casa é cheia de grades. Não estou dando conta mais, precisava colocar essa faixa. Ninguém acreditou, eu fui lá e fiz”, disse.

Últimas notícias