Ação contra dengue tira 80 toneladas de lixo de uma única casa no DF

O entulho encheu a carroceria de seis caminhões. Vizinhos reclamavam de escorpiões, baratas e roedores na residência

atualizado 13/05/2021 22:38

homens tiram entulhosPaulo H. Carvalho/Agência Brasília

A Vigilância Ambiental retirou cerca de 80 toneladas de lixo de uma única casa, em São Sebastião. A pessoa que ocupa a residência recolhia a sujeira na rua, levava para casa e se negava a se desfazer do lixo.

O lixo encheu a carroceria de seis caminhões com capacidade de 12 toneladas cada. Eram bacias e outros tipos de plástico, pedaços de telha, pneus usados, garrafas, roupas e sapatos velhos.

Foi preciso um alvará judicial, documento que permite a entrada no imóvel mesmo sem autorização do ocupante ou proprietário. O responsável não estava em casa.

Segundo a chefe do Núcleo de Vigilância de São Sebastião, Aline Ruben Cardoso, o lixo foi acumulado ao longo de cinco anos, o tempo que o atual ocupante aluga a casa.

“Recebemos denúncia da dona do imóvel, que era alugado. Ela disse que não aguentava mais tanta sujeira, reclamou de escorpião, barata e roedores e contou que há três meses pedia para ele desocupar o imóvel, sem sucesso”, afirma.

Dengue

Desde segunda-feira (10/5), a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival), ligada à Secretaria de Saúde (SES), em parceria com a Administração Regional de São Sebastião, faz ação de manejo para eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Até o momento, a ação ocorreu no Bairro Centro. Cerca de 120 toneladas de materiais como resto de obras e inservíveis, móveis velhos, eletroeletrônicos estragados (geladeira e televisão), vasos sanitários e lixo orgânico foram recolhidas pelas equipes.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico sobre a dengue, o DF já registra 4.570 casos prováveis de dengue em 2021. São Sebastião aparece na relação como 214 episódios suspeitos da doença até o momento.

0

 

Últimas notícias