metropoles.com

Compras com cashback crescem 48% no Brasil na pandemia

Com aumento das compras online, brasileiros apostam no recurso que devolve parte do valor de uma compra.

atualizado

Compartilhar notícia

A digitalização do consumo provocada pela pandemia colocou o cashback em evidência no mercado brasileiro. De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), 48% dos consumidores aproveitaram descontos com esse sistema desde que a pandemia começou. 

A principal vantagem do cashback é justamente a possibilidade de receber parte do dinheiro de volta. Ao efetuar uma compra, o consumidor recupera uma porcentagem do valor em forma de saldo, que poderá ser reutilizado de diversas formas. 

Durante a Black Friday, as buscas por oportunidades de cashback subiram 38%. Os dados compilados pela equipe de Insights do Google comparam a semana anterior à Black Friday de 2021 com o mesmo período em 2020. 

Com preços mais altos devido à inflação, consumidores buscaram outras vantagens para aproveitar o período de descontos, dentre elas a possibilidade de receber de volta até 25% do valor gasto em uma compra. 

Além do cashback, a busca por “cupom”, “retire na loja” e “frete grátis” também cresceram, 7%, 6% e 3% respectivamente, de acordo com a equipe do Google.

Benefícios do cashback

A grande vantagem do cashback é o reembolso de uma porcentagem considerável do valor gasto em uma compra. O valor varia entre 0,5% a 50% na maioria dos casos, mas pode variar de acordo com as regras de cada empresa. 

O cliente que deseja usar o serviço de cashback deve se inscrever em um programa, aplicativo ou site que tenha parceria com outras empresas. Após o cadastro é possível acessar a lista de produtos elegíveis para cashback, selecionar a mercadoria e ativar o retorno do dinheiro. 

Outra vantagem do cashback é a acessibilidade. Além de grandes marcas e empresas do varejo, hoje instituições bancárias e fintechs também apostam no recurso como forma de fidelização de clientes. 

Cashback no cartão de crédito

No início dos anos 2000, o cashback já era regra nos EUA. Hoje, estima-se que cerca de 80% dos usuários de cartão de crédito usufruam do benefício no país. 

Quase três décadas depois, o recurso passou a ser oferecido no Brasil. Fintechs e bancos digitais como XP, Nubank, BTG+ e Original abraçaram o benefício e o promovem de forma rigorosa. 

De acordo com o CEO da empresa Créditis, Alexandre Rezende, após uma leva de cartões sem anuidade, ficou claro que seria necessário investir em um programa de recompensas tentador para atrair e fidelizar clientes. 

“Hoje os benefícios oferecidos pelos cartões de crédito são decisivos para o consumidor. Por isso, as instituições buscam oferecer modelos de fidelização vantajosos, como milhagem, programa de pontos e o cashback”, afirma o CEO.

O aumento da busca por cartão de crédito com cashback fez com que grandes instituições investissem no programa de fidelização. Cada empresa possui regras próprias para oferecer o recurso, seja com depósito diretamente na conta-corrente ou como desconto na fatura do cartão de crédito. 

Bancos digitais como C6 Bank e Original oferecem o cahsback através de programa de pontos. Quanto mais o cliente utiliza o cartão de crédito da empresa, mais pontos acumula e, consequentemente, maior será a porcentagem de cashback recebida. 

As bandeiras do cartão de crédito são determinantes para a porcentagem de cashback oferecida, logo as opções infinite, black e nanquim são as vantajosas para o benefício. Porém, nem sempre o valor é entregue “de graça”. A maioria dos cartões de crédito com cashback cobram taxas de anuidade, o que pode não ser tão vantajoso para o consumidor no final das contas. 

“Embora seja um recurso atrativo, o cliente deve atentar-se aos custos do cartão de crédito para avaliar se realmente é vantajoso para o seu perfil de consumidor”, explica Rezende. 

Com a digitalização dos processos financeiros e aumento do uso de cashback, o cartão de crédito pode ganhar ainda mais adeptos ao longo dos próximos anos. 

Para saber mais sobre cartões de crédito, basta acessar o site da empresa.

Website: https://creditis.com.br

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações