metropoles.com

Cassinos on-line e criptomoedas: o match perfeito

Descubra como os dois mundos se uniram para proporcionar a você, jogador on-line, uma experiência mais segura e provavelmente mais lucrativa

Imagem colorida mostrando criptomoedas com a bandeira do Brasil-Metrópoles
1 de 1 Imagem colorida mostrando criptomoedas com a bandeira do Brasil-Metrópoles - Foto: null

atualizado

Em que momento o mundo dos cassinos, das criptomoedas e do entretenimento digital começaram a coexistir?

Em 2008, surgiu a primeira e mais famosa criptomoeda: o bitcoin. O objetivo era criar uma moeda que não fosse controlada por uma entidade regulatória central mundial e que pudesse fluir livremente no ambiente virtual. Porém, era preciso apresentar segurança para os adeptos, apesar da volatilidade.

Assim, as criptomoedas foram criadas baseadas em duas tecnologias: a criptografia e o blockchain. A primeira, para garantir que elas não fossem falsificadas, e a segunda atuando como uma espécie de livro para registrar e validar as transações digitais.

Os cassinos estão presentes na sociedade brasileira desde a era do império, mesmo que na ilegalidade. Foi no ano de 1934, durante a Era Vargas, que esses estabelecimentos se tornaram legais. Mais do que isso, geravam empregos e atraíam turistas para o país. Eram 70 cassinos no total, todos frequentados por celebridades, políticos, empresários e famosos internacionais.

Entretanto, em 1946, Gaspar Dutra, pressionado pelas igrejas e pelas famílias mais conservadoras, proibiu a exploração por meio dos jogos de azar em todo o Brasil. Somente 72 anos depois, em 2018, o presidente Michel Temer autorizou a atuação de casas de apostas e cassinos on-line, desde que estejam devidamente regularizados, fiscalizados e licenciados.

Em paralelo a essas histórias, o avanço da tecnologia, o uso intensificado de plataformas móveis e o consumo de conteúdo nos mais diversos formatos, fez surgir um novo tipo de entretenimento: o entretenimento digital.

Com o passar dos anos, as criptomoedas e o respectivo sistema de segurança foram despertando a curiosidade dos investidores e também dos entusiastas.

O blockchain passou a ser utilizado no mercado digital por proporcionar credibilidade, transparência, rapidez e segurança aos processos empresariais. Isso inclui os segmentos de jogos e entretenimento. É nesse momento que esses três mundos, até então paralelos, começaram a coexistir.

Imagem colorida - cassino online- Metrópoles

Um levantamento promovido pela Pesquisa Game Brasil em parceria com a Six Group e a Go Gamers revelou que 74,5% da população brasileira se identifica como jogadores on-line. Ou seja, três a cada quatro cidadãos brasileiros utilizam celulares, computadores e/ou videogames para jogar.

Os jogos eletrônicos são populares em todas as idades, sendo a maior representatividade: mulheres (51%) e jovens de 20 a 24 anos (25,5%).

Segundo uma pesquisa recente do portal Statista, 48% dos gamers jogam em cassinos on-line de uma a três vezes por semana. E utilizam criptomoedas em 4% das transações de pagamento.

A tendência é que esses percentuais continuem aumentando simultaneamente, à medida que mais criptos são lançadas no mercado de moedas digitais e um maior número de cassinos on-line as aceitam como método de pagamento.

Uma dica importante para quem quer ingressar no universo dos cassinos digitais e apostar utilizando criptomoedas é escolher cassinos, como o Winz.io, com atendimento 24h por dias, sete dias por semana, sem requisitos mínimos de apostas, com bônus de boas-vindas atrativos e com a filosofia do jogo responsável.

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações