metropoles.com

Avião da Latam erra pista e, por um triz, torre evita tragédia em SP

Após erro, pilotos estavam prestes a pousar em aeroporto cuja pista não comporta aeronaves como o Airbus que havia partido de Guarulhos

atualizado

Compartilhar notícia

Em foto colorida, Airbus A320 da Latam
1 de 1 Em foto colorida, Airbus A320 da Latam - Foto: null

Um Airbus da Latam que havia decolado do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, esteve muito perto de um grave acidente na manhã desta terça-feira.

O avião seguia para São José do Rio Preto, no interior paulista. Só que, equivocadamente, os pilotos quase pousaram na pista errada, na cidade de Catanduva.

Se o pouso não tivesse sido abortado a tempo, as chances de ocorrer uma tragédia estavam dadas.

Isso porque a pista de Catanduva, curta e estreita, é imprópria para o pouso de jatos do tamanho do Airbus A320 que operava o voo da Latam.

Os pilotos já estavam em procedimento avançado de aterrissagem quando a torre de controle os alertou, dizendo que o aeroporto que eles estavam vendo a partir da cabine e do qual estavam se aproximando era o de Catanduva, e não o de São José do Rio Preto.

“O senhor está visual com Catanduva”, avisou o controlador ao comandante da aeronave (ouça abaixo o áudio da comunicação via rádio entre a torre e a cabine do avião).

O Airbus se aproximava da pista rapidamente e estava a cerca de 300 metros do chão quando teve que arremeter.

Especialistas em aviação ouvidos pela coluna dizem que, se a aeronave tivesse pousado em Catanduva, as chances de acidente seriam enormes.

A pista do aeroporto de Catanduva tem 935 metros de comprimento, tamanho menor que o recomendado para aeronaves do tipo.

O risco maior, porém, estaria na largura, de apenas 20 metros.

A largura de pista recomendada no manual do A320 é de 45 metros – o documento estabelece 30 metros como o mínimo necessário.

Isso significa que era grande o risco de os trens de pouso do avião tocarem o chão fora do pavimento da pista, o que poderia levar à perda de controle da aeronave e causar um acidente de grandes proporções.

Veja a rota percorrida pelo avião:

Quem estava em terra perto da pista do aeroporto de Catanduva estranhou a aproximação do Airbus da Latam.

“Rapaz, cara! Um Airbus aqui? ‘Ô loco’! O que é isso?”, diz um homem em um vídeo que mostra o avião da Latam já recuperando a altitude para seguir viagem até o destino certo.

O voo 4640 partiu de Guarulhos às 8h24. Após o incidente, que por pouco não levou ao pouso na pista errada, a aeronave aterrissou em São José do Rio Preto, às 9h28.

Procurada, a Latam enviou a seguinte nota à coluna:

“A Latam Airlines Brasil informa que o voo LA4640 (São Paulo/Guarulhos-São José do Rio Preto) de hoje (14/11) pousou em total segurança no aeroporto de São José do Rio Preto às 09h31. Todos os passageiros foram desembarcados normalmente. A aeronave iniciou descida na altura de Catanduva até o destino final. A Latam reforça que todas as suas ações visam garantir uma operação segura.”

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comRodrigo Rangel

Você quer ficar por dentro da coluna Rodrigo Rangel e receber notificações em tempo real?

Notificações