Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi e Victoria Abel

Rodrigo Garcia tenta explicar a tucanos “apoio incondicional” a Bolsonaro

Governador de São Paulo afirmou a integrantes do PSDB que termo foi interpretado de forma equivocada

atualizado 07/10/2022 11:48

Reprodução/Redes sociais

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), procurou integrantes de seu partido para justificar o termo “apoio incondicional” usado por ele ao declarar voto em Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial.

A lideranças tucanas, Garcia afirmou que o termo foi interpretado de forma equivocada. Ele disse que sua intenção era ressaltar que seu apoio a Bolsonaro se dava “sem condições prévias”, ou seja, sem nada em troca.

A declaração de voto do governador provocou debandada em sua gestão. Após o anúncio, nomes como Rodrigo Maia e Zeina Latif pediram exoneração das secretarias que comandavam no governo paulista.

 

Mais lidas
Últimas notícias