Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

O cargo que Damares Alves quer ocupar no eventual 2º governo Bolsonaro

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos se filiou ao Republicanos e ainda avalia por onde disputará as eleições de 2022

atualizado 30/03/2022 11:46

Ministra Damares Alves gesticula em sua fala durante entrevista no Metrópoles. Ela usa roupa rosa - MetrópolesRafaela Feliciano/Metrópoles

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, tem um cargo preferido que gostaria de ocupar num eventual segundo governo Jair Bolsonaro, caso o presidente seja reeleito este ano.

Em entrevista à coluna, Damares afirmou que já comunicou a Bolsonaro que deseja assumir a presidência da Fundação Nacional do Índio, a Funai.

“(Eu) gostaria muito de ser presidente da Funai, e tenho conversado com todo mundo e falado sobre isso. Por que? Tu sabe que é uma pauta do meu coração”, disse a ministra.

Damares afirmou que o presidente “ri” quando ela fala no assunto. “Ele (Bolsonaro) acha que a Funai pode estar em um ministério que eu possa estar”, declarou.

No início do atual governo, Bolsonaro tentou colocar a Funai sobre a batuta do ministério de Damares. O Congresso Nacional, no entanto, manteve a fundação vinculada ao Ministério da Justiça.

Futuro eleitoral

O que Damares não decidiu foi seu futuro eleitoral. Filiada ao Republicanos, ela promete anunciar nesta quinta-feira (31/3) por qual estado poderá disputar as eleições deste ano.

Na entrevista, a ministra diz avaliar três opções: Amapá, Sergipe ou pelo Distrito Federal, este último com maior chance. Ela não descarta ainda não disputar o pleito deste ano.

Confira a entrevista na íntegra:

Mais lidas
Últimas notícias