Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

VP do Flamengo, vereador leva assessor da Câmara em viagens do time

O vice-presidente de Futebol do Flamengo, que exerce um mandato de vereador na Câmara do Rio, tem assessor pessoal pago com dinheiro público

atualizado 24/02/2022 7:43

Marcos BrazAlexandre Vidal / Flamengo

O vice-presidente de Futebol do Flamengo, Marcos Braz, que cumpre mandato na Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, designou um de seus assessores na Câmara, pago com dinheiro público, para acompanhá-lo em viagens oficiais que faz pelo clube.

Com salário de R$ 13 mil pago pela Câmara, o assessor Rodrigo Martins da Silva viaja ao lado de Braz como um integrante da equipe do Flamengo. O assessor foi nomeado no início do mandato, em janeiro de 2021, para exercer o cargo de oficial de gabinete. No último fim de semana, Silva viajou com o Flamengo a Cuiabá para a final da Supercopa.

À coluna Braz informou que conhece o assessor “há mais de 30 anos”, que exerce a função de “faz-tudo”, o que contemplaria, entre outras funções, ser seu segurança.

O vereador disse que quando o Flamengo “não entrega bons resultados”, ou seja, perde jogos, ele “fica exposto à insatisfação de torcedores”, e seu oficial de gabinete da Câmara, pago com dinheiro público, atua como segurança.

Silva também acompanha Braz em alguns compromissos no Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, durante o horário de expediente. O vereador negou que houvesse qualquer irregularidade no trabalho do assessor.

“Ele cumpre os horários no gabinete como todo mundo. Nós estamos em pandemia, existem várias restrições, e estamos trabalhando em sistema híbrido. O Rodrigo é meu assessor número um e está comigo direto”, afirmou Braz.

Sobre as viagens e idas a jogos do Flamengo acompanhando Braz, o vereador alegou que acontecem fora do horário de expediente ou aos fins de semana, quando o assessor é “livre para fazer o que quiser”.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna