Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Servidores da Receita do RJ estão apreensivos com novo secretário

Novo secretário da Fazenda do RJ é considerado uma escolha política

atualizado 19/04/2022 9:38

Receita Estadual RJ

Os auditores da Receita Estadual do Rio de Janeiro estão apreensivos com a nomeação de Leonardo Lobo para chefiar a Secretaria de Fazenda do estado. A escolha de Lobo para o cargo foi política e articulada pelo deputado Rodrigo Bacellar, que se movimenta para tentar presidir a Assembleia do Rio a partir de 2023, se for reeleito.

A capacidade de Lobo para o cargo vem sendo questionada pelos auditores, que acreditam que o novo chefe da Fazenda não dará continuidade ao plano de recuperação fiscal do estado. Antes de assumir o cargo de secretário de Fazenda do Rio, Lobo trabalhou no governo de Goiás como assessor especial da Secretaria de Economia e depois como presidente do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos daquele estado.

O governo fluminense justificou a escolha por “especificações técnicas” e não deu mais detalhes.

Nelson Rocha, o antigo secretário da pasta, era um dos maiores articuladores do governo para o estado entrar no regime de recuperação fiscal, cuja aprovação está na fase final de negociação em Brasília. Auditores afirmam que não houve motivo técnico para a troca.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna