Com Bruna Lima, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Servidora do BNDES doou R$ 90 mil a blog de militante bolsonarista

Repasse é citado no inquérito dos atos antidemocráticos

atualizado 11/06/2021 23:52

Italo LorenzonReprodução

A servidora do BNDES Ana Maria da Silva repassou cerca de R$ 90 mil a Italo Lorenzon, sócio do blog Terça Livre, alvo da PF no inquérito dos atos antidemocráticos.

Em documento enviado à PF em setembro do ano passado, Silva afirmou que as doações foram feitas para o Terça Livre, e negou que tenha recebido ofertas de reembolso em troca do repasse. A funcionária possui um salário líquido de R$ 38,5 mil. Servidora há 27 anos, Silva disse também que essas transferências foram feitas com seus rendimentos e que foram declaradas em seu imposto de renda.

Os investigadores apontaram “possível interposição de pessoas para lavagem de capitais”, e defenderam aprofundar essa apuração sobre o financiamento do site. Procurado, o BNDES afirmou que não tem relação com as doações feitas pela funcionária.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna