metropoles.com

Deputado Júlio Delgado encaminha saída do PSB após 18 anos

Júlio Delgado disse que abandono da direção nacional do PSB, inviabilidade da federação e falta de estrutura em MG pesaram na decisão

atualizado

Compartilhar notícia

Pablo Valadares/PSB
O deputado federal Júlio Delgado fala durante a sessão de uma comissão da Câmara dos Deputados
1 de 1 O deputado federal Júlio Delgado fala durante a sessão de uma comissão da Câmara dos Deputados - Foto: Pablo Valadares/PSB

O PSB está em vias de perder mais um deputado federal. Com 18 anos de partido e considerado uma das principais lideranças nacionais da sigla, o deputado Júlio Delgado (MG) disse nesta quinta-feira (3/3) à coluna que irá buscar uma nova filiação.

Delgado afirmou viver um “dilema violento” e listou diferentes razões para tomar a decisão. O primeiro é o iminente fracasso nas negociações por uma federação com o PT. Como a coluna revelou, mais de dez deputados podem deixar o PSB caso a aliança não seja sacramentada.

O deputado, que está na Câmara desde 2003, disse que a permanência no PSB poderia lhe custar a reeleição porque o diretório de Minas Gerais não foi capaz de montar uma chapa competitiva. A sigla elegeu três deputados mineiros nas últimas três eleições.

Segundo Delgado, a situação de Minas Gerais não passa nem perto de ser uma prioridade para a direção nacional do PSB. Ele diz que a última conversa que teve com o presidente do partido, Carlos Siqueira, ocorreu na metade do ano passado.

“Tenho um prazo agora [para mudar de partido]. Em abril, não terei. Se as atitudes tomadas até agora foram assim, o que posso esperar de diferente no futuro? Apesar da dor, tenho que me movimentar enquanto tenho tempo. O partido não quer me dar esse tempo e nem o reconhecimento que mereço”, afirmou Delgado.

O deputado disse ter sido convidado por diversos partidos, mas as conversas estão em estágio inicial. Ele listou o PV e o PSD como dois possíveis destinos.

A janela partidária para deputados trocarem de sigla começou nesta quinta-feira e valerá até o dia 1º de abril. Já as federações partidárias terão de ser oficializadas até 31 de maio.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações