metropoles.com

Anielle Franco recebe escolta da Polícia Federal após ameaças de morte

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco pediu reforço na segurança depois de ser ameaçada de morte nas redes sociais

atualizado

Compartilhar notícia

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Anielle Franco
1 de 1 Anielle Franco - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, passou a ser escoltada pela Polícia Federal (PF) nos últimos dias. Na semana anterior, Franco havia pedido reforço na segurança depois de ter recebido mensagens com ameaças de morte e racistas nas redes sociais.

A PF foi acionada na última quinta-feira (29/9) e abriu uma apuração sobre o caso. As ameaças foram feitas por meio do e-mail institucional do ministério e por mensagens a perfis da ministra nas redes sociais. Anielle é atacada nas redes sociais desde 2018, quando sua irmã, Marielle Franco, foi assassinada, em um crime ainda sem solução.

Além dos habituais perfis falsos usados nesse tipo de crime, a apuração identificou mensagens intimidadoras de pessoas que aparentam usar a rede social normalmente e ostentam um acervo de fotos da vida pessoal.

Essas ameaças começaram a ser feitas na semana passada, depois que uma assessora do Ministério da Igualdade Racial fez ataques à torcida do São Paulo nas redes sociais. A funcionária foi demitida em seguida. No último dia 24, a ministra e auxiliares haviam ido ao Estádio do Morumbi para assinar um acordo com a Confederação Brasileira de Futebol de combate ao racismo.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?

Notificações