metropoles.com

Secretário de Segurança confirma que parte dos vândalos estava no QG de Brasília

O secretário de Segurança Pública do DF, Júlio Danilo, disse que parte dos vândalos que depredaram prédios e veículos saiu do QG

atualizado

Compartilhar notícia

Matheus Veloso/Metrópoles
foto-3-bolsonaristas-promovem-caos-e-destruição-confronto-policia-centro-asa-norte-brasilia-12122022
1 de 1 foto-3-bolsonaristas-promovem-caos-e-destruição-confronto-policia-centro-asa-norte-brasilia-12122022 - Foto: Matheus Veloso/Metrópoles

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Júlio Danilo, disse que parte dos vândalos pró-Bolsonaro responsáveis por atos de violência em Brasília estavam acampados no QG do Exército.

“Parte desses manifestantes – a gente não pode garantir que todos estavam lá – mas parte estava lá no QG no acampamento e participaram do ato. Quem for identificado será responsabilizado”, disse.

Júlio Danilo participou da coletiva de imprensa no CCBB, sede do governo de transição, junto ao futuro ministro da Justiça e Segurança Pública de Luiz Inácio Lula da Silva, Flávio Dino, na noite desta segunda-feira (12/12).

0

Alguns bolsonaristas justificaram o ato alegando que agentes da PF “prenderam injustamente um indígena”. Trata-se do Cacique Tserere, um líder indígena apoiador de Jair Bolsonaro (PL). Eles tentaram invadir o prédio da Polícia Federal, atearam fogo em cinco ônibus, em carros, depredaram a 5ª Delegacia de Polícia e até uma lanchonete.

Questionado por jornalistas sobre prisões dos vândalos responsáveis por queimar ônibus, carros e depredar prédios no centro da capital federal, o secretário afirmou que não tinha informação ainda sobre eventuais presos.

Mesmo cinco horas depois dos atentados, a Polícia Militar do DF (PMDF) também não havia se manifestado sobre eventuais prisões de pessoas que vandalizaram equipamentos públicos e privados na região central da capital do país.

Sobre o acampamento em frente ao QG do Exército, de cidadãos que questionam a eleição de Lula (PT) para presidente da República, Júlio Danilo disse que a área é militar. Ou seja, os manifestantes bolsonaristas só poderiam ser retirados do local com aval do Exército.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações