metropoles.com

Exclusivo: marcas abandonam pais de Larissa Manoela em prol da atriz

A coluna descobriu que a entrevista da artista ao Fantástico, no último domingo (13/8), já começou a surtir efeitos em sua vida profissional

atualizado

Compartilhar notícia

Foto: Instagram/Reprodução
Foto colorida de Larissa Manoela. Ela está de blusa preta, dentro de um carro, sentada - Metrópoles
1 de 1 Foto colorida de Larissa Manoela. Ela está de blusa preta, dentro de um carro, sentada - Metrópoles - Foto: Foto: Instagram/Reprodução

A entrevista dada por Larissa Manoela ao Fantástico, no último domingo (13/8), parece já estar surtindo um grande efeito na vida da atriz. Após ela revelar detalhes da relação controladora dos pais Silvana e Gilberto, que administravam a sua carreira, além da divisão desonesta das cotas das empresas em que os três eram sócios, as marcas que trabalham com a artista já começaram a se mexer em prol dela.

Esta colunista, que tem amigos espalhados por todos os lugares deste Brasil, descobriu com exclusividade que grandes marcas estão migrando seus contratos da empresa em que Larissa era sócia com os pais diretamente para a empresa em que ela está administrando sozinha a carreira depois do rompimento com os dois.

Segundo fontes da coluna, tais marcas já estavam com os contratos vencendo e, depois do exposed, optaram por não renovar com a atriz através da empresa administrada pelos pais dela. Ou seja, a partir de agora, elas começaram a assinar diretamente com a nova empresa de Larissa Manoela, em que ela é a dona integral do seu faturamento.

E não estamos falando de qualquer marca não, viu caros leitores?! A coluna descobriu o nome de algumas empresas que fizeram essa migração. São elas: L’Oreal, Pedigree, Oceane, JBL, Acuvue e Puma.

0

Larissa Manoela diz que tinha apenas 2% da cota de empresa

Em entrevista ao Fantástico, Larissa Manoela revelou detalhes de como era feita a distribuição de cotas nas três empresas em que era sócia com os pais. Segundo a atriz, após buscar saber mais sobre suas finanças, ela procurou um escritório de advocacia para ter acesso aos contratos.

Larissa revelou que a Dalari, sua primeira empresa, foi aberta pelos pais quando ela tinha 13 anos. Nela, havia todos os contratos e pagamentos de trabalhos. É essa empresa também que concentra a maior parte do patrimônio adquirido ao longo da vida profissional da atriz.

À repórter Renata Capucci, a artista mostrou a gravação de uma conversa com os pais onde eles afirmavam que os três tinham cotas iguais, de 33%, nesta empresa. Mas na verdade, não era bem assim… Larissa Manoela descobriu que a porcentagem que ela tinha era de 2% da cota e, os pais, de 98%. A gravação foi feita no fim do ano passado.

Em uma segunda empresa, aberta em junho de 2020 quando Larissa tinha 19 anos, somente a atriz era a dona. No entanto, uma cláusula dizia que os pais tinham plenos poderes para tomar decisões sem prévia autorização da filha.

“Eu era a única sócia, mas eles eram 100% administradores dessa empresa. Então, por isso que eu era só comunicada. Eles podiam decidir, assinar e se comprometer por mim”, relatou.

Já a terceira empresa é uma holding, que foi dividida em três partes iguais, criada em maio do ano passado. Segundo Larissa Manoela a ideia era reunir todo o patrimônio que estava na primeira empresa. No entanto, de acordo com a atriz, isso nunca aconteceu.

Pais pediram “pensão” por 10 anos após rompimento

A atriz contou que, após ter acesso aos contratos das empresas em que era sócia dos pais, ela quis tentar uma redistribuição na sociedade.

Segundo a atriz, em março, ela apresentou uma proposta, dando uma maior porcentagem à ela. Silvana e Gilberto fizeram uma contraproposta que não foi aceita. A artista, então, propôs a divisão em 50% a 50%.

De acordo com Larissa, os pais concordaram com a divisão meio a meio da empresa mas desde que ganhassem uma espécie de “pensão”. Segundo a atriz, eles pediram 6% da renda dela pelos próximos 10 anos.

Nenhum acordo foi celebrado entre as partes e, então, ela optou por romper 100% com os pais. Larissa Manoela tirou os pais da administração da sua empresa individual.

“E eu cheguei a falar isso pro meu pai. Eu falei: ‘eu prefiro perder o empresário do que perder o meu pai’. Eu a todo instante tentei fazer com que essa conversa, esse assunto, ele fosse desdobrado de uma maneira simples”, desabafou.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comFábia Oliveira

Você quer ficar por dentro da coluna Fábia Oliveira e receber notificações em tempo real?

Notificações