metropoles.com

Médico e autor de livro dá 8 motivos para você aderir à dieta low carb

Para José Carlos Souto, autor de Uma Dieta Além da Moda, a low carb oferece resultados duradouros; veja detalhes

atualizado

Compartilhar notícia

Fernando Bartmann
José Carlos Souto
1 de 1 José Carlos Souto - Foto: Fernando Bartmann

A dieta low carb é, em síntese, a redução de carboidratos na alimentação — uma excelente estratégia para quem almeja perder peso em pouco tempo. Mas essa não é a sua única função. Para o médico José Carlos Souto, autor do livro Uma Dieta Além da Moda, a low carb é muito mais que um “regime da moda” para obter resultados passageiros. Ela também traz uma gama de benefícios, incluindo a melhora dos níveis de triglicerídeos e HDL (colesterol bom) e controle do diabetes e da pressão arterial.

À Coluna Claudia Meireles, o profissional revelou oito motivos pelos quais devemos considerar a incorporação desse padrão alimentar como parte de um estilo de vida saudável.

Confira:

1 – Redução do apetite

A baixa ingestão de carboidratos proporciona diminuição do apetite, um fator crucial para o sucesso a longo prazo de qualquer plano de emagrecimento. “Quando os carboidratos, sobretudo os refinados e açúcares, são reduzidos, o corpo passa a fazer uso da própria gordura como fonte de energia, diminuindo a fome”, explica o médico.

O aumento no consumo de proteínas e gorduras saudáveis promove uma sensação de saciedade mais duradoura, reduzindo a necessidade de lanches frequentes. “Esse controle do apetite é um aspecto fundamental para manter a dieta a longo prazo e evitar o efeito sanfona comum em dietas de restrição calórica pura e simples”, diz.

2 – Maior perda de peso inicial

A low carb é conhecida por proporcionar uma perda de peso significativa logo no início. Segundo José Carlos, isso ocorre porque a restrição de carboidratos leva a uma diminuição nos níveis de insulina, fazendo com que o corpo comece a queimar as reservas de gordura para obter energia.

Pés de mulher em cima de balança dor de rosa - Metrópoles
A low carb é conhecida por proporcionar uma perda de peso significativa logo no início

A dieta também ajuda a eliminar o excesso de água do corpo, contribuindo para uma perda de peso rápida nas primeiras semanas. “Essa redução de peso inicial mais acentuada é um fator motivador para muitas pessoas, pois oferece um estímulo psicológico positivo, encorajando a adesão contínua ao plano alimentar.”

3 – Diminuição da gordura visceral

Outro benefício apresentado pelo especialista é a redução da gordura visceral, armazenada na região abdominal e ao redor dos órgãos internos. Conforme ele alerta, essa é, especialmente, uma gordura perigosa, pois está associada a um risco aumentado de várias doenças crônicas, incluindo as cardíacas e diabetes tipo 2.

Mulher mensurando o abdômen com fita métrica - Metrópoles
Outro benefício apresentado pelo especialista é a redução da gordura visceral

“Ao adotar uma dieta low carb, estudos mostram que se perde mais gordura abdominal do que com outros tipos de dieta, melhorando significativamente a saúde metabólica e reduzindo o risco de complicações a longo prazo”, argumenta.

4 – Melhora dos níveis de triglicerídeos e HDL

O padrão alimentar com restrição de carboidratos é notável por sua capacidade de melhorar o perfil lipídico, especialmente ao reduzir os níveis de triglicerídeos e aumentar os níveis de HDL (o colesterol bom).

“Os triglicerídeos, que são um tipo de gordura encontrada no sangue, tendem a diminuir significativamente quando a ingestão de carboidratos é reduzida. Por outro lado, o HDL, que ajuda a remover outras formas de colesterol do sangue, geralmente aumenta em dietas ricas em gorduras saudáveis, como é o caso da low carb”, pontua.

“Essas mudanças no perfil lipídico são importantes para reduzir o risco de doenças cardiovasculares”, completa.

5 – Mais controle do diabetes com menos remédios

José Carlos Souto lembra, ainda, que a rotina alimentar em questão é extremamente eficaz no controle dos níveis de glicose no sangue, algo fundamental para pessoas com pré-diabetes ou diabetes tipo 2. Ele esclarece que, ao diminuir a ingestão de carboidratos, como açúcares e amidos, os níveis de açúcar no sangue reduzem-se rapidamente.

Utensílios de medição de diabetes em fundo roxo - Metrópoles
A dieta low carb é extremamente eficaz no controle dos níveis de glicose no sangue

De acordo com o médico, diversos estudos demonstram que pacientes diabéticos que seguem uma dieta low carb podem reduzir ou até mesmo eliminar a necessidade de medicação para diabetes, graças à melhora no controle glicêmico. “Inclusive, um número significativo de pacientes conseguem colocar o diabetes tipo 2 em remissão. Esse aspecto não apenas melhora a qualidade de vida, mas também diminui custos e o risco de complicações a longo prazo”, anuncia.

6 – Redução da pressão arterial

O profissional defende que a low carb demonstrou ser mais eficaz do que a dieta DASH (desenvolvida especificamente para controlar a hipertensão) na redução da pressão arterial.

“Em um estudo comparativo, a ela não só reduziu a pressão arterial de forma mais significativa do que a DASH, mas também mostrou melhores resultados na perda de peso e no controle do diabetes. Isso desafia a noção comum de que a DASH é a melhor opção para hipertensão, mostrando que uma abordagem low carb pode ser mais benéfica para a saúde cardiovascular, especialmente em indivíduos com sobrepeso, pré-diabetes ou diabetes tipo 2″, propõe.

7 – Eficaz contra a síndrome metabólica

A redução de carboidratos na alimentação também se mostrou benéfica para o tratamento da síndrome metabólica, um conjunto de condições que inclui obesidade abdominal, hipertensão, níveis elevados de triglicerídeos, baixos níveis de HDL, gordura no fígado e resistência à insulina. “Essas condições aumentam significativamente o risco de doenças cardíacas e diabetes tipo 2”, ressalta José Carlos.

Homem em academia segurando peso em barra - Metrópoles
A síndrome metabólica pode ser combatida ao se aderir à dieta low carb

Ao adotar uma dieta de baixo carboidrato, observa-se uma melhora notável em todos esses fatores de risco. A redução na ingestão de carboidratos ajuda a diminuir a gordura abdominal, melhorar o perfil lipídico, reduzir a pressão arterial e melhorar a sensibilidade à insulina, abordando de forma abrangente os aspectos da síndrome metabólica.

8 – Estilo de vida sustentável

Para o especialista, a grande vantagem da dieta low carb é sua adaptabilidade ao cotidiano, sem a necessidade de produtos ou suplementos especiais.

“Ela se baseia em alimentos naturais e nutritivos — peixes, aves, carnes, ovos, vegetais, frutas de baixo açúcar, laticínios e oleaginosas — que são facilmente encontrados em feiras, peixarias, açougues e supermercados”, conta.

Essa estratégia se encaixa tanto no dia a dia em casa quanto em situações sociais, como restaurantes ou férias, oferecendo flexibilidade para manter escolhas alimentares saudáveis em qualquer ambiente. “A low carb não é apenas uma dieta, mas um estilo de vida acessível e sustentável, que promove saúde e bem-estar sem sacrificar o prazer de comer bem”, finaliza o médico.

Para saber mais, siga o perfil de Vida&Estilo no Instagram.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações