Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

De acne a olheira: veja o que a acupuntura estética é capaz de fazer

A acupunturista Ayda Cristina de Miranda detalha tudo o você precisa saber sobre a técnica da medicina chinesa

atualizado 05/05/2022 16:27

Rosto de mulher acupunturaGetty Images

Certamente, você já ouviu falar da acupuntura, técnica que atrai cada vez mais pessoas pelo mundo por seu poder de prevenção e tratamento de patologias e mialgias. O método, visto como uma forma de medicina alternativa ou um ramo da medicina tradicional chinesa, trabalha com agulhas finas que são inseridas no corpo do indivíduo.

Apesar de sua recomendação ampla, muitos ainda não sabem que a acupuntura também é indicada para tratamentos estéticos. De acordo com a acupunturista Ayda Cristina de Miranda Esteves, ela atua no tratamento das desarmonias da epiderme, como marcas de expressão, sulcos, manchas, acne, flacidez e inchaços. “Para a medicina chinesa, o rosto representa órgãos e vísceras, mostrando desarmonias energéticas internas, por meio das expressões externas”, diz a professora da técnica oriental.

Segundo a especialista, os benefícios da acupuntura estética abrangem a diminuição de bolsas e olheiras, o clareamento da pele, a recuperação do tônus da epiderme e a diminuição de acne inflamatória e das suas marcas. “Também podemos tratar edemas (inchaços), aumentar o fluxo sanguíneo e amenizar estrias e cicatrizes”, completa.

O poder da acupuntura

Diante das vantagens propostas pela medicina chinesa na estética, vale lembrar que, conforme a tese, o corpo humano possui um sistema energético. “Essa energia flui através de caminhos denominados meridianos”, fala a profissional. “Meu paciente é um ser único e global, e a acupuntura contempla e trata holisticamente”, acrescenta ela.

pessoa segurando pé e mão de borracha
Para a medicina chinesa, o corpo humano possui um sistema energético

Caso o fluxo de energia desses meridianos esteja desequilibrado, há, então, uma inflamação no corpo, causando dor, cansaço e fraqueza. Com isso, a técnica age no restabelecimento do equilíbrio do corpo, facilitando a circulação de energia e, consequentemente, desencadeando efeitos analgésicos e anti-inflamatórios.

Quanto às regiões do corpo em que podem ser aplicadas as agulhas, Ayda explica que há pontos sistêmicos de meridianos, nos quais “podemos e devemos tratar” diferentes quadros.

Homem deitado com agulhas de acupuntura nas costas
Em todo corpo há pontos sistêmicos de meridianos, nos quais “podemos e devemos tratar”
Benefícios da acupuntura estética

De acordo com a especialista, a acupuntura estética é capaz de aumentar a produção de colágeno e o fluxo de sangue. “Isso não só é verídico, como se percebe, na primeira sessão, a diferença na expressão, na qualidade e no tônus da pele”, aponta.

Outra vantagem confirmada pela professora é a estimulação, por parte do método, de respostas imunológicas que reduzem a inflamação. “Trabalhamos o sistema nervoso central e o sistema imunológico que, para a medicina chinesa, é o equilíbrio de órgãos e vísceras. Isso auxilia o corpo na sua homeostase”, expõe.

Rosto de mulher com agulhas de acupuntura aplicadas
A acupuntura estética é capaz de aumentar a produção de colágeno e o fluxo de sangue

Outro ponto positivo é a melhora da acne, condição em que muitos indivíduos se queixam. “A acne, para a medicina chinesa, é excesso de calor, o que podemos equilibrar com acupuntura sistêmica. As rugas, por sua vez, dependendo da região, nos mostram excesso ou falta de energia de órgãos e vísceras”, comenta.

“Com a acupuntura, equilibramos, tonificamos ou sedamos o que está em desarmonia. Assim, o intestino recupera sua harmonia energética que será refletida na pele. Ou seja, a pele é o espelho do intestino”, compartilha Ayda Cristina.

Mulher recebe aplicação de agulhas de acupuntura
A acupuntura estética possui vários benefícios

No entanto, aos que pensam em substituir os tratamentos estéticos convencionais pela proposta desta reportagem, a especialista recomenda ir com calma: “Não gosto de segregar, prefiro somar. Mas o profissional acupunturista deve conhecer as respostas inflamatórias dos procedimentos estéticos ocidentais para somar com a acupuntura estética.”

Um complemento à técnica

Conforme a especialista ensina, outras práticas podem ser combinadas à acupuntura estética para um resultado mais eficaz, como qualidade saudável de vida, dormir bem, se hidratar e comer comida “de verdade”. “Além disso, temos outras técnicas da medicina chinesa como ventosaterapia, massagem facial e máscaras de argila, que auxiliam na produção de colágeno e no rejuvenescimento facial”, sugere.

Mulher realiza ventosaterapia
A ventosaterapia pode ser combinada à acupuntura estética
Posso me submeter ao tratamento?

Segundo a profissional, não há restrição de idade para receber o tratamento. “Mas não aplicamos acupuntura estética em pacientes com diabetes descompensadas, em tratamento de neoplasias e em pele lesionada (machucada)”, afirma ela.

Outro alerta dado pela professora refere-se a quem pode realizar a aplicação de acupuntura. No Brasil, por exemplo, o método deve ser feito por profissionais formados em acupuntura em instituições de ensino reconhecidas pelo MEC.

Quanto aos efeitos colaterais, não há o que se preocupar. “Pode acontecer hematomas (que são raros), mas o maior efeito colateral é o relaxamento profundo, a tranquilidade e uma boa noite de sono”, opina Ayda.

Mãos aplicando agulhas de acupuntura em costas de paciente
Segundo a profissional, não há restrição de idade para receber o tratamento
Investimento

Para a acupunturista, os preços cobrados pelos profissionais se diferenciam, mesmo quando o intuito da aplicação for específico para motivos estéticos. “Na acupuntura sistêmica, conseguimos sanar a queixa do paciente com poucas sessões. Já na acupuntura estética, dependendo da queixa do paciente, será necessário um tratamento”, revela a acupunturista, terapeuta, esteticista, nutricionista e professora.

Conforme a professora estipula, em Brasília, por exemplo, o custo do tratamento varia de R$ 800 a R$ 2 mil, em média.

Ayda Cristina
Ayda Cristina

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias