*
 
 

Se acontecesse um ataque zumbi ou uma invasão alien antes do dia 7 de outubro, os brasileiros ficariam aliviados. Porque olha, a situação é delicada, mas este ano ela está fora de controle. Vamos votar em quem? Quem poderá nos defender?

Há quem diga que “política não se discute”. Pois, para mim, se discute sim e, principalmente, se informa. Voto não é pulo de paraquedas: fecha o olho e vai. Muito menos ir com a maioria. Uma das grandes armas dos candidatos não qualificados e não interessados é a ignorância. Sabe o deputado no qual você votou há quatro anos? Já conferiu suas ações? Se ele anda faltando? Já ligou para o gabinete dele para cobrar uma atitude ou posição?

Você senta em um restaurante e a sua comida não está boa. O que você faz? Reclama na hora ou corre para o Insta registrar a sua indignação! “Meu burger veio totalmente queimado e a batata sem sal! Isso é um absurdo!”.

Os deputados decidem pela segunda vez no ano aumentar seus próprios salários. O que você faz? Bom, na maioria das vezes você nem vai saber que isso aconteceu. Se souber, vai sentar em frente à televisão e resmungar alguma frase clichê como “ah, por isso esse país não vai pra frente!”.

Já se viram em algumas dessas cenas? Não se culpem! Acontece! Não conseguimos sempre acompanhar tudo e não fomos ensinados a isso. Não recebemos uma educação básica sobre política e nem sabemos como funciona essa “coisa”.

Mas posso te contar uma novidade? Nunca é tarde para aprender e nos posicionar. Somos a peça chave desta tal de política, que nada mais é do que “o bem comum”. Já dizia Aristóteles: “…o homem é um animal político…”.

Esta matéria começa com uma reflexão e termina com uma solução. Sites, apps e conteúdos incríveis que vão te ajudar a acompanhar os candidatos, se informar e votar com mais segurança. Vamos à lista.

1. “Era uma vez um voto” by JoutJout

A nossa querida Youtuber usa de todo o seu bom humor para nos ensinar como funciona essa tal de política. Deveriam passar esta série de vídeos no intervalo da novela das 9.

2. Meu Município
Uma plataforma que coleta as infos do portal Transparência do Governo, complicado e zero intuitivo, e as apresenta de maneira simplificada. Vamos lá dar uma olhada nos gastos dos nossos amados gestores públicos.

3. Vigie aqui
Iniciativa do site Reclame Aqui que ganhou muitos prêmios. O Plug In marca em roxo, nos sites lidos por você, todos os fichas suja e dá um breve resumo do que aquele político andou aprontando.

4. App Meu Deputado
Criado pelos alunos da PUC do Rio Grande do Sul em uma interface que os millennials amam! Lá você encontra todas as informações dos deputados: gastos, faltas, votos. A plataforma ainda te passa o contato de cada um para dar uma ligadinha ou mandar um e-mail.

5. Rosie no Twitter

Tá com preguiça de procurar cada deputado e ver suas atividades? Sem problemas! É só seguir a Rosie no Twitter. Ela é um robô criado pela Operação Serenata de Amor, que usa a inteligência artificial para fiscalizar os gastos públicos. Além disso, analisa os gastos com reembolso de deputados e senadores e sinaliza no Twitter quando encontra algo indevido.

Esta operação, formada por cientistas de dados e voluntários, já fez vários danadinhos devolverem gastos indevidos. Rosie já encontrou um prato de 12kg em self service, gastos com cervejinha na Califórnia e 12 almoços no mesmo lugar e no mesmo dia.

6. App Colab
Somos todos agentes de mudança e esse app nos ajuda na causa. Nós podemos tirar uma foto de algum buraco na via, obra parada, rua sem iluminação e registrar a reclamação para a prefeitura. Por ali podemos acompanhar o status do nosso registro e ter o apoio de outros cidadãos nessas cobranças.

7. App Poder do Voto
App criado pela galera do Paypal Brasil que te coloca em sintonia com o Congresso Nacional. Por lá, você segue o político de seu interesse, acompanha seus votos, faltas e ainda manda a sua opinião em votações específicas. (Uma observação: eu sempre desconfio de iniciativas privadas que constroem uma plataforma voltada para política. Não sei os objetivos do PayPal com este app. Ele é bem novo, então é bom acompanhar)



 


Políticaaplicativos#Cidadania