">
*
 
 

O executivo da J&F Ricardo Saud deu entrada no Complexo Penitenciário da Papuda às 16h desta sexta-feira (15/9). Ele estava escoltado por dois agentes da Polícia Federal. Carregava uma pequena mala preta e um travesseiro branco. Seu semblante estava tranquilo, embora tenha demonstrado ao advogado Antônio Carlos de Almeida Castro (Kakay) preocupação com sua integridade física. “Meu cliente delatou 1.782 pessoas, das quais, pelo menos, seis estão presas no mesmo complexo que ele. Confio que o Estado vai tomar todas as medidas necessárias para manter a ordem e proteger a vida de Ricardo”, disse Kakay.

Saud será acomodado na chamada ala dos vulneráveis, que fica no Bloco 5 do Centro de Detenção Provisória da Papuda (CDP). O lugar contém dois corredores de celas, separados por apenas 20 metros, mas cuja disposição não permite a comunicação entre os detentos. Na B estão aqueles presos acima de 60 anos ou os que cometeram crimes sexuais. Justamente onde se encontra hoje o operador Lúcio Funaro. Na ala A são acomodados, geralmente, ex-policiais e, desde o último dia 8, o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Há ainda a ala C, onde ficam os presos do semiaberto, por exemplo Henrique Pizzolato. É lá que ficará Saud.



geddel vieira limaLúcio Funarocentro de detenção provisóriaRicardo SaudCDP Papuda
 


COMENTE

Ler mais do blog