*
 
 

Sexo foi a inspiração da nova coleção de joias da Sauer. Desde que Stephanie Wenk assumiu como diretora criativa, em 2013, a ex-Amsterdam Sauer vem passando por uma repaginação. O novo olhar trouxe bossa e modernidade para o DNA da marca.

A mais nova coleção Erotica apostou em uma campanha repleta de fetichismo e sensualidade. O bondage, prática relacionada à imobilização do parceiro com cordas, conduziu o tom do universo sexual idealizado pela designer nas novas criações da marca. Para retratar o tema em suas peças, Wenk buscou referências nas manifestações artísticas ao longo da história, dos mosaicos greco-romanos ao teatro burlesco.

Entre as minhas peças favoritas, estão pulseiras em que pérolas remetem a seios, e pingentes com o número 69. Todas as lojas da etiqueta serão reinventadas, assim como o site, a logo, caixas e sacolas.

Vem comigo!

 

A coleção reflete o olhar feminino a respeito do sexo e celebra o desejo em suas mais diversas expressões. Personalidades como Mata Hari, Theda Bara e Dita Von Teese foram inspirações do fotógrafo Rafael Pavarotti e do stylist George Krakowiak – autores do ensaio.

Rafael Pavarotti

Gestos ambíguos também deram o tom sexual da campanha

 

Rafael Pavarotti

Bondage, fetiche relacionado à imobilização do parceiro por meio de cordas, foi usado no ensaio

 

RAFAEL PAVAROTTI

Sensualidade e erotismo são marcas da campanha

 

De acordo com Wenk, as joias celebram o prazer, a libido e, sobretudo, as pioneiras que romperam os tabus da sociedade. “Querer que nossas vontades sejam respeitadas não significa que não tenhamos desejos, que nosso corpo não seja celebrado. Depois de viajarmos com as nossas coleções pelo mar, pelas estrelas e pela espiritualidade, bateu forte uma inclinação para algo mais terreno e primitivo”, conta.

Detalhes minuciosos das extremidades do corpo humano

 

Desenvolvida através de uma técnica sexual de amarração japonesa, a linha Shibari representa a ideia da entrega ao prazer

 

A linha Kintsugi é inspirada na ressignificação japonesa do belo, por meio da reparação e restauração de um objeto que foi quebrado

 

Entre os destaques das novas peças, estão pérolas que remetem a seios, pingentes com posições do Kama Sutra, bondage feita com fios de ouro, franjas do teatro burlesco, arco-íris que representam os LGBTs e, até mesmo, um colar com os dígitos 69.

Detalhes com proporções perfeitas

 

Tassels burlescos

 

Linha Kintsugi

 

Pérolas simbolizam seios

 

LGBTs foram lembrado em brincos e colares

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Danillo Costa



 


eróticaAmsterdam SauerSauer