Mestre Didi e Rubem Valentim ganham mostra Simbólico Sagrado

Na mesma noite, aconteceram também a exposição Pensar o Jogo, de Almandrade, e Doações 2019, com obras cedidas por artistas

atualizado 05/12/2019 14:56

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

O Museu Nacional da República abriu, em novembro, as exposições Simbólico Sagrado, de Mestre Didi e Rubem Valentim; Pensar o Jogo, de Antonio Luiz Morais de Andrade (1953), o Almandrade, com trabalhos exibidos na Galeria Acervo; e Doações 2019, no mezanino, que apresenta ao público obras cedidas por artistas ao espaço cultural ao longo do ano.

A curadora Thaís Darzé selecionou 95 peças de Mestre Didi e Rubem Valentim. Os dois artistas se apropriam da literatura, mitologia, emblemas e instrumentos das religiões afro-brasileiras em suas obras.

“Quando pensei na exposição, estabeleci um diálogo entre os dois artistas. Estamos falando em criadores contemporâneos, baianos, negros, ligados à cultura afro-descendente. A proposta do meu olhar foi levar ao público o entendimento da importância dessa temática ligada ao sagrado como veículo possível para fazer política de resistência e a permanência de uma cultura”, contou a curadora.

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Nascido em Salvador, Valentim foi autodidata e acumulou vasta premiação. Participou do movimento de renovação das artes plásticas nos anos 1950. Em 1957, mudou-se para o Rio de Janeiro e trabalhou como professor assistente no Instituto de Belas Artes. Logo viajou para a Europa, onde morou por uma temporada. Na década de 1960, ganhou o prêmio do Salão Paulista de Arte Moderna.

De volta, passou a residir em Brasília e até lecionou na UnB. Em 1972, fez um mural para o edifício-sede da Novacap, na capital, considerado sua primeira obra pública. Morreu em São Paulo, em 1911.

Também de Salvador, Mestre Didi tem forte influência do candomblé. Ele aprofundou a relação entre ancestralidade e cultura atuando como sacerdote, escritor e artista. Iniciou a carreira em 1964 com exposição individual em Salvador, seguindo para Rio, São Paulo, Buenos Aires, Europa e África. Nesses locais, participou de diversas mostras coletivas.

Almandrade

A exposição no Museu da República reuniu obras de 45 anos de carreira de Antonio Luiz Morais de Andrade. São mais de 80 criações em técnicas variadas, como desenho, escultura, pintura, maquetes e objetos, todas escolhidas pela curadora Karla Osório em conjunto com o artista.

Entre a geometria e o conceito, entre a forma e a palavra, entre o rigor espacial e a poesia. Assim caminha a obra de Almandrade, expoente baiano da arte conceitual e, hoje, um dos grandes nomes das artes visuais brasileiras, com produção respeitada nos principais circuitos artísticos do país e reconhecida internacionalmente.

Artista plástico, arquiteto, mestre em desenho urbano, poeta e professor de teoria da arte das oficinas do Museu de Arte Moderna da Bahia e Palacete das Artes, ele participou de várias mostras coletivas e individuais.

Doações 2019

Na abertura da exposição Doações 2019, Elle de Bernardini fez a performance Dance with Me ao vivo. Nela, a artista e bailarina formada pelo Royal Ballet de Londres cobre seu corpo com mel e folhas de ouro 18 quilates para, ao som de bossa nova e MPB, convidar o público a dançar com ela em um gesto de aproximação e “desfetichização”.

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Ela brinca com o jargão “não te aceito nem coberta de ouro” para questionar os mecanismos de aceitação e rejeição dos corpos trans e não binários pela sociedade normativa.

A obra de Elle recorre à beleza e à riqueza que adornam seu corpo, considerado objeto, e o alça a um patamar de aceitação ou aproximação por parte do outro. Trata-se de ousadia, elegância e delicadeza unidas, abordando com beleza a complexa questão do gênero.

Confira os cliques:

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Paulo Darzé, Thaís Darzé, Antonio Almeida e Carlos Dale

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Alma Andrade, Carla Osório e Charles Cosac

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Samuel Lamas

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Charles Cosac e Claudia Meireles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Sônia Gontijo

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Fabiano e Luciana Cunha Campos

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Samanta Sallum

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Carla Osório e Malu Serafim

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Dayse Albuquerque e Ugo Tissiani

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Paloma Gastal, Marlene Gastal e Luiza Fontana

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Natanry Ludovico Osório

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Paulo Darzé, Thaís Darzé, Antonio Almeida e Carlos Dale

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Celso Albano

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Deborah Pinheiro, Celso Albano e João Trevisan

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Philipe Rossi, Juliana Beltrão e Zózima Oliveira

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Amador Outerelo e Mercedes Urquiza

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Sara Seilert, Morena Reis e Marcelo Baré

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Salvina Caixeta, Maura Souza e Paulo Darzé

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Marianne Vicentini e Janine Daher

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Silvie Eidam, Isabela Couto e Carlos Silva

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Maryvan Rossi

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Antonio Henrique e Gavin Louis

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Gustavo Silvamaral, Rômulo Barros e Bruna Reis

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Margarete Oliveira e Augusto Luitgards

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Carla Osório e Malu Serafim

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles
Natanry Osório e Samanta Sallum

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias