Vídeo: multidão vai a cortejo de pastor que anunciou sua ressurreição

Em carta, ele disse que teve revelações do Espírito Santo e que passaria por "mistério de Deus” no 3º dia após morte; mas não ressuscitou

atualizado 26/10/2021 11:20

Reprodão/Destak Informativo

Goiânia – O corpo do pastor Huber Carlos Rodrigues, que escreveu que ressuscitaria após três dias e atraiu multidão em cortejo, foi enterrado na madrugada desta terça-feira (26/10), em Goiatuba, na região sul de Goiás. Centenas de pessoas marcaram presença na porta da funerária da cidade, durante horas e debaixo de chuva, para acompanhar o caso. O enterro só foi realizado depois de a mulher do religioso se convencer de que ele não ressuscitaria mais.

O corpo de Rodrigues estava na funerária deste sexta-feira (22/10). Vídeos mostram uma multidão aguardando o cortejo. Várias pessoas filmaram tudo, acreditando que o pastor poderia ressuscitar, e cantaram em homenagem a ele. Uma live chegou a ser feita no Facebook, com 11 mil pessoas on-line.

Apesar da espera e da expectativa das pessoas, como o pastor não ressuscitou, o enterro foi realizado à 0h30.

Veja vídeo:

Morte

O pastor morreu por complicações cardiorrespiratórias em um hospital de Itumbiara, a 55 km de Goiatuba. Em uma carta, assinada em 2008, o pastor disse que teve divinas revelações do Espírito Santo e que passaria por um “mistério de Deus”, onde ressuscitaria às 23h30 – três dias após sua morte. O prazo terminou na noite de segunda-feira (25/10).

0

“Minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois ficarei por três dias morto, sendo que no 3ª dia, eu ressuscitarei. Meu corpo durante os três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado minha carne e meu cérebro para passar por essa experiência”, escreveu no documento.

A declaração foi assinada por duas testemunhas na época. Após a morte, o corpo do pastor ficou em um local refrigerado na funerária. O prazo de três dias foi respeitado a pedido da família.

Ressurreição

Ainda na declaração, o pastor afirmou que, por meio da sua ressurreição, pessoas passarão a ouvir a mensagem de Deus e a crer nela. “Eu não serei a luz, mas testificarei a luz, a luz verdadeira que veio ao mundo e ilumina todas as pessoas.

Por meio de nota, a Prefeitura de Goiatuba informou que a Vigilância Sanitária chegou a notificar a funerária a realizar o sepultamento imediato do corpo, observando uma resolução que dispõe sobre o Controle e Fiscalização Sanitária do Translado de Restos Mortais Humanos.

O casal estava junto há 26 anos e não tiveram filhos.

Mais lidas
Últimas notícias