Spoofing: veja o Power Point da denúncia do MPF contra os hackers

MPF denunciou hackers que invadiram celulares de autoridades como Deltan Dallagnol. Jornalista Glenn Greenwald também foi denunciado

Andre Borges/Especial para o Metrópoles

atualizado 21/01/2020 13:00

O Ministério Público Federal denunciou os acusados de invadir celulares de autoridades, como o atual ministro da Justiça, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. A denúncia traz uma ilustração para demonstrar as relações entre os hackers denunciados, e a imagem tem setas entre os nomes e condutas, lembrando o famoso Power Point que o próprio Dallagnol usou para acusar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Também foi denunciado pelo MPF o jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, que publica uma série de reportagens baseadas nas mensagens hackeadas, a Vaza Jato. O repórter foi acusado pelos procuradores de “orientar” os hackers, mas não aparece no Power Point. Veja a imagem:

Reprodução

E relembre a imagem usada por Deltan em entrevista coletiva de 14 de setembro de 2016:

Reprodução/Facebook

Spoofing
Foram denunciados, além de Greenwald, Walter Delgatti Netto (imagem em destaque) e Thiago Eliezer Martins Santos como líderes do grupo; Danilo Cristiano Marques; Gustavo Henrique Elias Santos, o programador que teria desenvolvido técnicas que permitiram a invasão; Suelen Oliveira, esposa de Gustavo, e Luiz Molição apontado como porta-voz do grupo nas conversas com o jornalista do The Intercept Brasil.

Últimas notícias