Juiz que soltou Lula nega liberdade para José Dirceu

Juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, entendeu que decisão caberá à esfera estadual

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 08/11/2019 20:11

O juiz federal Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Federal de Curitiba, manteve nesta sexta-feira (08/11/2019) a prisão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, apesar da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de proibir a prisão de condenados em segunda instância, antes do transitado em julgado (quando não há mais possibilidade de recursos). Na manifestação, o juiz diz que a decisão sobre a soltura do petista cabe à Justiça estadual.

Ao negar a liberdade, Pereira pediu uma análise “com urgência” do Ministério Público a respeito da petição apresentada pela defesa de Dirceu. O petista havia entrado na fila para conseguir a liberdade com base na decisão do STF.

“Considerando que, no presente caso, a execução provisória da pena imposta não decorreu do entendimento firmado pelo Supremo Tribunal Federal no Habeas Corpus nº 126.292/SP, reiterado no julgamento das medidas cautelares nas ADCs nº 44 e 43, dê-se vista ao Ministério Público Federal para que se manifeste, com urgência, sobre o pedido formulado pela defesa”, escreveu o juiz.

Dirceu é condenado a 30 anos, 9 meses e 10 dias de reclusão, na Operação Lava Jato, e cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro.